Presidente da Câmara defende avanço imediato das obras em terra do projeto de reordenamento do Porto da Horta

0
26
blank

O Presidente da Câmara Municipal da Horta defendeu “o início imediato das obras em terra, no âmbito do projeto de reordenamento do Porto da Horta, enquanto se aguardam as resposta do LNEC que permitirão identificar as melhores soluções para a intervenção a realizar no espelho de água do porto”.
Carlos Ferreira lembrou ainda a necessidade de o Governo Regional continuar a apoiar os eventos náuticos internacionais que aportam à Horta e projetam o nome dos Açores para todo o mundo, à semelhança do que ocorre com outros eventos apoiados, realizados em todas as ilhas do arquipélago.
“Estas duas dimensões, bem como a concretização de outros investimentos que estão previstos na área da economia azul, são fundamentais para a potenciação da vocação marítima do Faial e dos Açores e para a projeção atlântica da Região e de Portugal”, enfatizou.
A intervenção do autarca faialense decorreu no âmbito da Conferência “45 Anos de Autonomia – O Desafio da Economia Azul Sustentável”, organizada pela Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.
O autarca faialense não esqueceu, nesta sua intervenção, a ligação umbilical da ilha do Faial ao mar, desde a época dos descobrimentos. “Tenho a firme convicção de que a Horta, cidade do passado, presente e do futuro, passa pela preservação e valorização da componente marítima que sempre a distinguiu” disse.
Por fim, o Presidente da Câmara elogiou “o Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Eng. Luís Garcia, pela iniciativa de realizar conferências em todas as ilhas, no âmbito das comemorações dos 45 anos da Autonomia e pela escolha do tema da Ilha Azul – o Desafio da Economia Azul Sustentável.