Presidente do Brasil publica vídeo obsceno para criticar o Carnaval

0
12

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, publicou hoje, nas redes sociais, um vídeo com imagens de cariz obsceno, com o qual critica o público que participou do Carnaval.

“Não me sinto confortável mostrando isso, mas temos que expor a verdade (sobre o Carnaval) para que a população tenha conhecimento e decida suas prioridades”, escreveu Jair Bolsonaro, na legenda do vídeo que publicou na sua conta no Twitter.

Bolsonaro, alvo de críticas satíricas no Carnaval, provocou uma intensa controvérsia no Brasil por publicar este vídeo, de caráter obsceno e não adequado para todos os públicos.

“Muitos desfiles de rua do Carnaval brasileiro tornaram-se o que você vê”, continuou o Presidente brasileiro na legenda do vídeo, que agora aparece com restrição para os utilizadores.

O autor do vídeo não é conhecido, mas informações do jornal Folha de S.Paulo indicam que as imagens terão sido recolhidas num bloco de rua da cidade de São Paulo, na segunda-feira.

Bolsonaro declarou-se um fervoroso defensor da família tradicional brasileira durante a sua campanha eleitoral e tem forte relações, conhecidas publicamente, com as igrejas evangélicas.

Desde que venceu as eleições presidenciais, o Presidente brasileiro recorre às redes sociais para manter a relação com os eleitores, através de publicações que exaltam o papel da família tradicional na sociedade e com críticas a movimentos sociais que lutam a favor da liberdade sexual e contra o racismo.

As imagens, interpretadas como uma crítica à festa favorita dos brasileiros, foram visadas por vários utilizadores, que passaram a utilizar a hashtag “Impeachment Bolsonaro” (“Destituição de Bolsonaro”) que está a liderar os tópicos mais comentados do Twitter na manhã de hoje.

Utilizadores daquela rede social lançaram uma campanha ‘on-line’ pedindo um julgamento político contra Bolsonaro, já que, segundo a lei brasileira, “proceder de maneira incompatível com a dignidade, honra e decoro” está entre os crimes contra a probidade na administração pública e poderia levar à “perda do cargo de Presidente”.

Diversos utilizadores das redes sociais também comentaram a publicação e questionaram a posição do chefe de Estado em divulgar imagens pornográficas, embora houvesse quem defendesse a mensagem.

Bolsonaro chegou a pedir no Twitter que os seus seguidores explicassem o que significa a expressão “golden shower”, uma prática sexual que se reflete no mesmo vídeo.

Durante o Carnaval, Jair Bolsonaro foi criticado em vários blocos de rua.

No sambódromo do Rio de Janeiro, a maioria das escolas marcou suas diferenças com o Presidente e optou por mensagens de tolerância e respeito à diversidade nos desfiles.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO