Profissional da Horta volta a hastear Bandeira Verde Eco-Escola

0
46
TI/SG

TI/SG

Mais uma vez a comunidade escolar da EPH, viu reconhecido o trabalho que desenvolveu durante o ano letivo 2016/2017, no âmbito da Educação Ambiental e Educação para o DesenvolvimentoSustentável, ao ser premiada com o Galardão Bandeira Verde Eco-Escolas, atribuído pela ABAE, programa de reconhecimento internacional. 

O hastear da Bandeira decorreu na manhã de quinta feira, 22 de junho, dia em que a EPH assinalou também o Dia Eco-Escolas, numa cerimónia que contou com a presença do vice-presidente da Câmara, Luís Botelho.
Segundo Regina Pinto, Diretora Pedagógica da EPH desde que a escola entrou em funcionamento que aderiu a este programa Eco-Escolas, “mas com uma participação mais ativa desde 2010”.
De acordo com a diretora pedagógica, esta distinção resulta do trabalho realizado ao longo de todo o ano letivo e que envolve toda a comunidade escolar. “No início do ano é feita uma avaliação pelos coordenadores do projeto sendo posteriormente implementadas algumas ações que passam pela realização de inquéritos para avaliar os hábitos ambientais dos formandos”, explica.
Regina Pinto adianta ainda que a escola criou o Grupo Eco-Escola, composto por alunos de diversas turmas, que se reúnem semanalmente para debater as questões ambientais e desenvolver atividades relacionadas com esta temática.
“Este ano associamos o grupo a outras iniciativas, como o projeto “Um Dia Pela Vida” da Liga Portuguesa Contra o Cancro, organizamos uma caminhada solidária aberta à comunidade” e depois através de “pequenas ações do nosso dia a dia, como a poupança do papel, conseguimos reunir as condições para receber a Bandeira Verde Eco-Escola”, esclareceu .
A este respeito a diretora referiu ainda que “todos os anos celebramos o Dia Eco-Escolas, também em resultado da pareceria que temos com a ASPEA – Associação Portuguesa de Educação Ambiental, em que este ano participámos no projeto Educa to Ocean, onde desenvolvemos uma curta metragem, que foi galardoada a nível nacional”, revelou.
A par do hastear da Bandeira, decorreu uma caminhada aberta a toda a comunidade escolar que culminou com um piquenique no Parque da Alagoa. No âmbito desta atividade os formandos participaram ainda em torneios organizados pelo clube Eco-Escolas da Escola, coordenado pelos formadores Roque Soares e Luís Vilaça.
O Programa Eco-Escolas está implementado em Portugal desde o ano letivo 1996/97 e, no ano letivo 2016/17, teve como tema base a Alimentação Saudável e Sustentável, Espaços Exteriores, Geodiversidade, e Florestas, no qual estiveram inscritas 1530 escolas de todos os graus de ensino. 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO