PS quer saber se o Governo Regional está a acautelar a ampliação da pista da Horta através do Portugal 2030

0
33

Os deputados socialistas do Faial questionaram, esta segunda-feira, o Governo Regional dos Açores se este está a “desenvolver diligências para acautelar, no âmbito da programação do ‘Portugal 2030’, no Acordo de Parceria, a ampliação da pista do Aeroporto da Horta”.

          A questão foi colocada por Tiago Branco e Ana Luísa Luís, através de requerimento, entregue esta segunda-feira, na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores.

Lembrando que o Acordo de Parceria “definirá os grandes objetivos estratégicos para a aplicação do próximo ciclo de fundos comunitários ‘Portugal 2030’, entre 2021 e 2027, num montante global de 24.182 mil milhões”, os deputados do PS consideram que o Governo Regional dos Açores “deve encetar as diligências necessárias junto do Governo da República para assegurar a elegibilidade de investimentos estruturantes para a Região Autónoma dos Açores, designadamente, a ampliação da pista do Aeroporto da Horta”.

A proposta de Acordo de Parceria a celebrar entre Portugal e a Comissão Europeia encontra-se em consulta pública desde o passado dia 15 de novembro e, no entanto, o Governo Regional “ainda não emitiu publicamente nenhuma tomada de posição ou iniciativa”.

Para os socialistas, a ampliação do Aeroporto da Horta “tem merecido largo consenso na sociedade civil e no quadro político-partidário” e o “Portugal 2030” deverá “constituir uma oportunidade para corresponder às necessidades de investimento no Aeroporto da Horta, por forma a garantir as adequadas condições de segurança e potenciar o desenvolvimento económico e social dos Açores”.

A este respeito, os deputados socialistas solicitaram, também, “cópia da correspondência enviada pelo Governo Regional dos Açores” sobre esta matéria.

“Não podemos desperdiçar esta oportunidade para concretizar este investimento, há tantos anos debatido e idealizado como essencial para a ilha do Faial e para os Açores. Impõe-se uma tomada de posição rápida e assertiva por parte do Governo Regional”, consideram os deputados do PS/Açores, Ana Luís e Tiago Branco.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO