Rui Bettencourt destaca “alargado espaço de compreensão” dos Açores que se desenha no Parlamento Europeu

0
14
DR

O Secretário Regional Adjunto da Presidência para as Relações Externas manifestou hoje “grande satisfação” com a forma como decorreram os encontros que manteve esta semana com eurodeputados e diversas entidades, em Bruxelas e em Estrasburgo.

“Em particular em relação aos eurodeputados, temos a nítida sensação de que se desenha, efetivamente, de uma maneira robusta, um alargado espaço de compreensão dos Açores e de cooperação com os Açores”, afirmou Rui Bettencourt.

“Pela compreensão dos Açores, pela disponibilidade dos eurodeputados que encontrei e que são atores chave da defesa dos Açores no Parlamento Europeu, em particular neste quadro financeiro plurianual 2021-2027 e ainda pelo desejo expresso que os deputados manifestaram em trabalharem connosco, em conjunto, acho que estes encontros que tive aqui, em Estrasburgo, no Parlamento Europeu, são extremamente relevantes e abrem uma nova era de relacionamento entre o Governo dos Açores e o Parlamento Europeu” frisou o governante.

Para o titular da pasta das Relações Externas, isto acontece num momento que é “fundamental” e em que se “dá início a um novo ciclo político das instituições comunitárias e se decide qual será o quadro financeiro que irá ser desenhado para o desenvolvimento da União Europeia na próxima década e para os Açores, em particular”.

Rui Bettencourt sublinhou que esta série de encontros “foi um primeiro passo muito importante, estabelecendo pontes para que se tenha um trabalho bastante profícuo no futuro”, frisando a atenção com que foi escutado por todos, assim como a compreensão e a disponibilidade manifestada para trabalharem em conjunto.

O Secretário Regional realçou a “muito produtiva reunião” que teve com o Presidente da Comissão Parlamentar do Desenvolvimento Regional, Younnos Omarjee, a quem transmitiu um convite do Presidente do Governo para visitar os Açores e a quem expos a posição açoriana de não aceitação de cortes no próximo quadro financeiro e de não aceitação da redução da taxa de cofinanciamento comunitário de 85% para 70%.

Neste encontro, em que trocou impressões sobre a situação dos Açores e a situação europeia, Rui Bettencourt reafirmou “a importante necessidade para a União Europeia de considerar os Açores como uma enorme mais valia, pelo seu mar, pela sua posição geoestratégica e pelo forte desejo de estar no palco europeu”.

O governante encontrou-se ainda com a Vice-Presidente da Comissão Parlamentar do Orçamento, a eurodeputada Margarida Marques, e com o relator no Parlamento Europeu do Quadro Financeiro 2021 – 2027, o eurodeputado José Manuel Fernandes, bem como vários eurodeputados das Comissões das Pescas e Agricultura, com o objetivo de intensificar as relações instituições do Governo dos Açores com o Parlamento Europeu.

Rui Bettencourt reuniu ainda, no Gabinete de Representação da Região Autónoma dos Açores em Bruxelas, com a Chefe de Unidade das Regiões Ultraperiféricas (RUP) da Comissão Europeia, Paula Gaspar, com quem fez um balanço da Estratégia para as RUP implementada em 2017, e com a Secretária Geral da Conferência das Regiões Periféricas Marítimas da Europa (CRPM), Eleni Marianou, com quem acertou a vinda aos Açores, no primeiro semestre de 2020, da Comissão das Ilhas.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO