Saudade por Martim Cymbron chega às Flores

0
38
Saudade por Martim Cymbron é uma série de 10 obras realizada exclusivamente para a MiratecArts com o intuito de celebrar o Jardim Saudade, na MiratecArts Galeria Costa, ilha do Pico. A exposição chega ao Museu das Lajes das Flores, o ponto mais ocidental da Europa, para abertura do Azores Fringe Festival.
 
Depois de visitar o Jardim Saudade, repleto de variedades da planta florífera scabiosa, localizado na MiratecArts Galeria Costa, o artista micaelense ficou inspirado para construir este projeto “Saudade por Martim Cymbron”. Pintado num fundo acrílico, a flor destaca-se num realismo trabalhado a óleo, tendo a preocupação do artista conjugar o fundo com o elemento principal em termos cromáticos. O artista propõe um olhar diferente à majestosa scabiosa em várias fases e variedades. 
 
Saudade por Martim Cymbron estreou em 2017, numa exposição inédita, no Ancoradouro, na Madalena do Pico, antes de seguir para a sala galeria no Museu dos Baleeiros. A Biblioteca Pública e Arquivo Regional da Horta, na ilha do Faial, e o Atelier de Kaasfabriek, na ilha de São Jorge, também já acolheram a exposição. Agora, a partir do dia 25 de maio 2019, a ilha das Flores, através do Museu das Lajes das Flores, vê a continuação deste projeto. 
 
“Vamos arrancar a sétima edição do festival internacional de artes nos Açores, Azores Fringe, com este projeto entre o artista plástico e a associação cultural” avança Terry Costa, diretor artístico da MiratecArts. “Será a primeira vez que levamos flores às Flores e o projeto assim encontrará novas audiências.” 
 
Martim Cymbron expôs no passado ano em Nova Iorque, em Mónaco e recebeu Menção Honrosa na XII Exposição da Academia de Marinha. Estudou na Academia de Artes em Maasticht, na Holanda, e as suas obras estão representadas em coleções privadas e em espaços públicos desde a Universidade dos Açores ao Parlamento Europeu. 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO