Vereadores do PS criticam falta de lealdade do Executivo Camarário da Horta

0
223
DR/PS
DR/PS
Os vereadores do PS à Câmara Municipal da Horta criticaram, esta segunda-feira, a falta de lealdade demostrada pelo atual executivo camarário. Para os Socialistas na autarquia, “o facto de terem tomado conhecimento da distribuição dos pelouros, através da comunicação social”, e não na primeira reunião deste órgão autárquico, como deveria ter acontecido, “não é, nem a forma mais correta, nem a mais respeitosa, de lidar com a restante vereação”.
Durante a última reunião ordinária da Câmara Municipal, na qual o Vereador José Leonardo tomou posse, pelo Partido Socialista, cumprindo assim o compromisso assumido para com todos os Faialenses que o apoiaram, a vereação do PS abordou ainda as recentes declarações do Presidente do Governo Regional, acerca da embarcação da Atlânticoline. que, a partir do próximo ano, ficaria sedeada nas Velas de S. Jorge.
Neste sentido, e questionando o Presidente da CMH, sobre qual o barco a que José Manuel Bolieiro se estaria a referir, bem como sobre as eventuais implicações que esta decisão traria para o Faial, os Vereadores do PS quiseram ainda saber se o atual Presidente da autarquia teria sido ouvido nesta tomada de decisão.
Os socialistas questionaram, também, o executivo sobre a comemoração do Dia Municipal para a Igualdade, tendo ficado indignados por ter sido emitida uma nota de imprensa sobre o tema sem qualquer tipo de iniciativa alusiva ao mesmo.
Sempre com a prioridade no auxílio à população e às nossas empresas, foi ainda proposto, pela vereação socialista, que a campanha “Aposte Local, Compre no Faial”, uma das medidas de dinamização empresarial promovidas pelo Município para fazer face à Pandemia Covid-19, fosse retomada de imediato, considerando a proximidade da Quadra Natalícia.
Na ocasião, a vereação do PS relembrou o atual executivo, que o projeto foi um sucesso porque os empresários aderiram e os Faialenses compraram no comércio tradicional, contribuindo fortemente para a dinamização da economia local.
Conforme reforçaram, aderiram a esta campanha cerca de 100 empresas e foram atribuídos mais de 31mil euros em prémios, divididos por 355 premiados, destacaram.