2 mortos no balanço das derrocadas do Faial da Terra

0
14

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) confirmou que, como resultado do trabalho das buscas efetuadas à terceira habitação atingida pelas derrocadas que ocorreram cerca das 23h30m de quarta-feira, foi encontrado mais um corpo, elevando assim para dois o número de vítimas mortais no Faial da Terra, ilha de São Miguel.

 

Relativamente à freguesia do Porto Judeu, na ilha Terceira, há a registar um ferido, que foi transportado ao Hospital de Santo Espirito da Ilha Terceira, e 30 desalojados, que foram acolhidos por familiares.

 

Foram danificadas 23 habitações, sendo que três delas ficaram inabitáveis.

 

Por indicação do Secretário Regional da Educação, Ciência e Cultura, não haverá aulas nesta freguesia nem na Escola Básica e Integrada Francisco Ferreira Drummond, na freguesia de São Sebastião, concelho Angra do Heroísmo.

 

No terreno, continuam a decorrer as operações de busca e resgate, bem como de limpeza e desobstrução das vias parcialmente obstruídas com destroços e lamas, realizadas por elementos dos corpos de Bombeiros de Povoação, Vila Franca do Campo, Ribeira Grande e Ponta Delgada e elementos da Secretaria Regional do Turismo e Transportes (SRTT).

 

O SRPCBA, face ao aviso vermelho referente a precipitação que se prolongará até às 24h00, recomenda especial atenção na desobstrução dos sistemas de escoamento das águas e a retirada de inertes e outros objetos que possam ser arrastados ou criem obstáculos ao livre escoamento.

 

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores aconselha ainda a manter limpos os sistemas de drenagem e consolidar telhados, portas e janelas, bem como adotar uma condução defensiva, reduzindo a velocidade e tendo cuidado com a possível formação de lençóis de água nas vias.

 

Ter especial cuidado na circulação junto da orla costeira e zonas ribeirinhas, não praticar atividades relacionadas com o mar, nomeadamente pesca desportiva, desportos náuticos e passeios à beira-mar e estar atento às informações e indicações da Proteção Civil e Forças de Segurança, são outras das indicações dadas pelo SRPCBA.



O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO