A Semana Santa na ilha do Faial

0
25
blank

Pe. Marco Luciano Carvalho

O Mistério Pascal é de tal importância na vida litúrgica da Igreja e na vida e actividade apostólica de todos os redimidos pelo Sangue de Cristo, que a sua celebração se prolonga por cinquenta dias, número cheio de significado, pois exprime a plenitude da salvação definitivamente alcançada por Jesus ressuscitado e por Ele oferecido aos homens.

Neste tempo litúrgico, chamado Tempo Pascal, a Igreja faz-nos saborear toda a riqueza de doutrina e de vida, encerrada no Mistério da Redenção. A partir da Vigília ao Pentecos-tes, como se todo este tempo fosse «um único grande domingo», a Liturgia revive, «na alegria e na exaltação», os diferentes aspectos do único e grande mistério «Cristo ressuscitado nossa salvação».

Deste modo a Páscoa, a Ascenção e o Pentecostes não são acontecimentos distintos, isolados. São três momentos históricos da vida do Ressuscitado, através dos quais se completa e aperfeiçoa o plano divino da Redenção.

Este carácter unitário do Tempo Pascal é bem sublinhado pela Liturgia, ao chamar aos Domingos que nele ocorrem, «Domingos de Páscoa» e ao recordar, na Missa vespertina da Vigília do Pentecostes, que o Senhor quis «encerrar a celebração da Páscoa no tempo sagrado de cinquenta dias».

Verdadeira primavera espiritual este «tempo sagrado» é por excelência, o tempo da alegria cristã. Essa alegria que tem a sua expressão no cântico triunfal do Aleluia, com tanta frequência repetido neste tempo litúrgico, nasce a certeza de que Cristo está vivo e presente no meio de nós, como no-lo indica o Círio Pascal, a iluminar as nossas igrejas, até ao Pentecostes.

O Tempo Pascal é também tempo de esperanças. Os cinquenta dias da celebração Pascal são uma celebração antecipada dos bens do Céu.

Durante o Tempo Pascal as Leituras do Antigo Testamento são substituídas pelos Actos dos Apóstolos, em que Lucas nos narra a origem do Povo de Deus, sob a acção de Jesus Ressuscitado, nos transmite a pregação dos Apóstolos e nos descreve a vida da primitiva comunidade cristã, assim como a difusão da fé. Comunidade, em que Jesus Cristo ressuscitado vive e age, na Igreja continua-se, na verdade a História da Salvação. Todas as leituras falam da fé em Cristo Ressuscitado e da vida da Igreja, reunida pela fé no Senhor Jesus.

Como nos diz o hino da Liturgia das Horas:

Testemunhas da Verdade,
Não podeis ficar caladas:
Ide proclamar bem alto
O Senhor ressuscitado.

Vós que sois a Igreja santa,
Não mais fiqueis escondidos:
Percorrei o mundo inteiro,
Proclamando a Boa Nova.

Sois na terra a luz de Cristo,
Vós que fostes baptizados:
O nosso mundo tem sede
Das águas da vida eterna.

Levai a paz e a alegria
Às ilhas e continentes:
Nem os ódios nem as guerras
Vencerão a Humanidade.

Jesus Cristo é a Passagem
Para um mundo de esperança:
Com Jesus ressuscitado,
Em vós nasce o homem novo.

Ressoem as vossas vozes,
Gritai aos povos da terra:
A vida já vale a pena,
Pois Cristo venceu a morte.

Para todos uma boa Páscoa!

A SEMANA SANTA NA ILHA DO FAIAL

As celebrações da Semana Santa, nas várias paróquias da nossa ilha, serão as seguintes:

ANGÚSTIAS:
Quinta feira: 19h30, Missa da Ceia do Senhor (seguida de adoração até às 22h00)
Sexta-feira: 17h00, Celebração da Paixão do Senhor
Sábado: 20h00, Vigília Pascal
Domingo: 11h30, Missa Solene de Páscoa
CAPELO:
Quinta feira: 20h00, Missa da Ceia do Senhor
Sexta-feira: 17h00, Celebração da Paixão do Senhor
Sábado: 20h00, Vigília Pascal
Domingo: 10h45, Missa Solene de Páscoa
CASTELO BRANCO:
Quinta feira: 22h00, Missa da Ceia do Senhor
Sexta-feira: 19h00, Celebração da Paixão do Senhor e Procissão do Senhor Morto
Sábado: 22h00, Vigília Pascal
Domingo: 12h00, Missa Solene de Páscoa
CEDROS:
Quinta feira: 21h30, Missa da Ceia do Senhor
Sexta-feira: 15h00, Celebração da Paixão do Senhor
Sábado: 18h00, Vigília Pascal
Domingo: 09h45, Missa Solene de Páscoa
CONCEIÇÃO:
Quinta feira: 20h00, Missa da Ceia do Senhor (seguida de Hora Santa)
Sexta-feira: 15h00, Celebração da Paixão do Senhor
Sábado: 21h00, Vigília Pascal
Domingo: 10h30, Missa Solene de Páscoa com a Celebração da Profissão de Fé do sexto ano da catequese
FETEIRA:
Quinta feira: 21h00, Missa da Ceia do Senhor
Sexta-feira: 14h30, Celebração da Paixão do Senhor e Procissão do Senhor Morto
Sábado: 22h00, Vigília Pascal
Domingo: 10h00, Procissão da Ressurreição e Missa Solene de Páscoa
FLAMENGOS:
Quinta feira: 20h30, Missa da Ceia do Senhor
Sexta-feira: 18h00, Celebração da Paixão do Senhor e Procissão do Senhor Morto
Sábado: 20h30, Vigília Pascal
Domingo: 10h30, Procissão da Ressurreição e Missa Solene de Páscoa
MATRIZ:
Quinta feira: 18h30, Missa da Ceia do Senhor (seguida de adoração)
Sexta-feira: 15h00, Celebração da Paixão do Senhor e Procissão do Senhor Morto
Sábado: 18h30, Vigília Pascal
Domingo: 17h30, Procissão da Ressurreição da Igreja do Carmo para a Matriz e Missa Solene de Páscoa na Matriz
PEDRO MIGUEL:
Quinta feira: 18h30, Missa da Ceia do Senhor
Sexta-feira: 16h45, Celebração da Paixão do Senhor
Sábado: 22h00, Vigília Pascal
Domingo: 12h00, Missa Solene de Páscoa
PRAIA DO ALMOXARIFE:
Quinta feira: 19h00, Missa da Ceia do Senhor
Sexta-feira: 16h30, Celebração da Paixão do Senhor e Procissão do Senhor Morto
Sábado: 19h00, Vigília Pascal
Domingo: 12h00, Missa Solene de Páscoa
PRAIA DO NORTE:
Quinta feira: 18h00, Missa da Ceia do Senhor
Sexta-feira: 15h00, Celebração da Paixão do Senhor
Sábado: 18h00, Vigília Pascal
Domingo: 09h30, Missa Solene de Páscoa
RIBEIRINHA:
Quinta feira: 20h00, Missa da Ceia do Senhor (Espalhafatos)
Sexta-feira: 18h30, Celebração da Paixão do Senhor
Sábado: 20h00, Vigília Pascal (Espalhafatos)
Domingo: 11h00, Missa Solene de Páscoa
SALÃO:
Paróquia de Nossa Senhora do Socorro
Quinta feira Santa: 20H30, Missa da Ceia do Senhor
Sexta-feira Santa: 20H00, Celebração da Paixão
Sábado Santo: 21H00, Vigília Pascal
Domingo de Páscoa: 12H00, Missa Solene