Açorianos e madeirenses “têm de ser capazes de explorar aquilo que os une”, defende o Presidente Luís Garcia

0
65
blank

Açorianos e madeirenses “têm de ser capazes de explorar aquilo que os une”, defendeu hoje, no Funchal, o Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Luís Garcia, numa reunião que considerou “histórica”, com os líderes parlamentares da Assembleia Legislativa da Madeira, na sede daquele parlamento.

“Não queremos com isto tirar nada a ninguém, nem lutar contra ninguém”, mas antes
proporcionar “melhores condições” às nossas regiões e, ao mesmo tempo, “dar um melhor
contributo para este Portugal atlântico, que sem os Açores e a Madeira não seria igual”,
afirmou o Presidente Luís Garcia.

Para o Presidente do Parlamento açoriano, este encontro foi “mais um passo importante” para “a consolidação dessa parceria insular”, que visa “criar condições” para “proporcionar um melhor desenvolvimento” aos cidadãos dos Açores e da Madeira.

A reunião com os líderes parlamentares da Madeira, que contou também com a presença dos Vice-Presidentes da Mesa, decorreu no âmbito da visita oficial que o Presidente do
Parlamento dos Açores iniciou ontem àquela região autónoma, a convite do seu homólogo
madeirense, José Manuel Rodrigues, com o objetivo de discutir o reforço da cooperação entre as assembleias legislativas das duas regiões autónomas e trabalhar para o aprofundamento das autonomias regionais.

O próximo passo terá de ser uma reunião entre as duas Comissões de Aprofundamento da
Autonomia dos dois parlamentos, que o Presidente da Assembleia dos Açores se
disponibilizou para ajudar a operacionalizar o mais depressa possível.

“Estamos no início de uma nova legislatura na Assembleia da República, que temos de
aproveitar. O timing é este”, sublinhou o Presidente Luís Garcia.

Da parte da manhã, o Presidente da Assembleia dos Açores teve também oportunidade de
reunir com o Presidente do Governo madeirense, com quem teve uma audiência de
apresentação de cumprimentos, na Quinta da Vigia, sede do Governo madeirense.

Seguiu-se depois uma visita às obras de construção do novo Hospital Central do Funchal, um projeto em que a Madeira investiu fortemente, e durante a qual o Presidente do Parlamento dos Açores teve oportunidade de prestar a sua homenagem aos profissionais de saúde, que “lutam todos os dias para fazer frente à pandemia, muitas vezes sem os meios adequados”.