AGIR 360 – Arsénio Santos vai dar a volta à ilha do Faial

0
25

No âmbito do projeto Agir 360 Azores Great Islands Run “Nunca desistas”, o atleta Arsénio Santos vai dar a volta à ilha do Faial a correr. Nesta “aventura” o ultramaratonista propõem-se dar a volta às 9 ilhas dos Açores a correr, em 9 dias, percorrendo no total de 700kms.

No dia 27 de junho, o atleta Arsénio Santos, vai dar a volta à ilha do Faial a correr, no âmbito do seu projeto Agir 360 Azores Great Islands Run “Nunca desistas”, que consiste em correr à volta de todas as ilhas dos Açores.
Neste desafio, o ultramaratonista que escolheu São Miguel para viver, propõem-se completar os 700kms que compõem as 9 ilhas do arquipélago em apenas nove dias.
Esta aventura do atleta arranca na ilha mais pequena dos Açores, o Corvo, no dia 26 de junho. Daí Arsénio Santos, parte para a Ilha das Flores, onde inicia a volta à ilha às 18h30, prevendo terminar às 04h30 da manhã o desafio no Grupo Oriental.
Já nas ilhas do Triângulo, o atleta corre primeiro no Faial, segue depois para São Jorge, onde parte do Topo e termina na ilha do Pico, com partida e chegada em São Roque.
Ainda no Grupo Central, Arsénio ruma para a Ilha Terceira, seguindo depois para a Graciosa.
O fim desta “grande aventura” acontece nas ilhas do Grupo Oriental. Em Santa Maria, Arsénio corre no dia 3 de junho e o desafio termina com a volta à ilha de São Miguel.
O ultramaratonista, um apaixonado pelo desporto-aventura, encontrou, nos Açores, a “conjugação perfeita destas premissas”, que lhe deram a ideia de criar um “evento que privilegiasse o contacto com a natureza e com as pessoas”, lê-se numa nota enviada à redações, que dá ainda a conhecer que, em maio de 2019, Arsénio Santos deu uma volta à ilha de São Miguel, a correr, percorrendo cerca de 230 Km em formato non-stop durante 30 horas.
Essa iniciativa a que deu nome de AGIR 360 – Azores Green Island Run 360 superou todas as expetativas de Arsénio Santos, na medida em que “envolveu entidades públicas e privadas que garantiram o sucesso do evento”, avança.
O acontecimento levou o atleta a sonhar mais alto e a “subir a fasquia”. Assim surgiu o projeto AGIR 360 – Azores Great Islands Run 360, um evento de dimensão regional no qual o corredor pretende “mostrar a todos os açorianos que é possível alcançar um estilo de vida com melhor qualidade física e mental”, que é possível “concretizar os nossos objetivos através da perseverança, dedicação, conhecimento e entreajuda”, defende.
Segundo o documento o “AGIR 360 pretende levar a mensagem àquele filho sedentário, ao vizinho que não se alimenta corretamente, ao aluno mais violento, ao familiar que fuma, ao amigo que não respeita o ambiente e até mostrar o potencial turístico dos Açores”, salienta ainda a mesma fonte.
O objetivo será que cidadãos, atletas, amantes do desporto/corrida, todos sem exceção participem e corram com Arsénio Santos, de forma a que este nunca esteja sozinho a correr. Qualquer pessoa pode juntar-se ao atleta durante a corrida a partir de qualquer ponto de paragem/abastecimento para fazer o número de quilómetros que achar conveniente ou possível dependendo da condição física que apresenta.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO