Agora é a vez dos serviços aéreos dentro da região irem a concurso

0
19

Foi publicado a  27 de março, em Diário da República , a início de concurso público para a concessão de serviços aéreos inter-ilhas na região autónoma dos Açores.

Neste concurso será atribuída a exploração do transporte aéreo regular nas rotas Ponta Delgada-Santa Maria-Ponta Delgada (PDL-SMA-PDL), Ponta Delgada-Terceira-Ponta Delgada (PDL-TER-PDL), Ponta Delgada-Horta-Ponta Delgada (PDL-HOR-PDL), Ponta Delgada-Pico-Ponta Delgada (PDL-PIX-PDL), Ponta Delgada-São Jorge-Ponta Delgada (PDL-SJZ-PDL), Ponta Delgada-Flores-Ponta Delgada (PDL-FLW-PDL), Terceira-Graciosa-Terceira (TER-GRW-TER), Terceira-São Jorge-Terceira (TER-SJZ-TER), Terceira-Pico-Terceira (TER-PIX-TER), Terceira-Horta-Terceira (TER-HOR-TER), Terceira-Flores-Terceira (TER-FLW-TER), Horta-Flores-Horta (HOR-FLW-HOR), Horta-Corvo-Horta (HOR-CVU-HOR) e Corvo-Flores-Corvo (CVU-FLW-CVU).

 As companhias interessadas têm o prazo de 60 dias para concretizar e entregar a proposta às Obrigações de Serviço Público dentro dos Açores, obrigações que entram em vigor no dia 1 de outubro. Os parâmetros que são avaliados na escolha passam pelo valor da compensação financeira exigida, as número de frequências semanais e a quantidade de lugares oferecidos, também por semana. O preço base da concessão é de 135 milhões de euros.

 À margem da BTL – Feira Internacional de Turismo Vítor Fraga, secretário regional do Turismo e Transporte assegurou que a companhia aérea açoriana, a SATA, iria concorrer a todas as obrigações de serviço público quer nas ligações entre as ilhas do arquipélago quer nas rotas não liberalizadas que unem o arquipélago a Portugal Continental.