ALRAA – Presidentes e Deputados dos Parlamentos dos Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde reúnem em jornadas Parlamentares Atlânticas na Horta

0
34
TI

TI

Coube à Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores (ALRAA) a organização e a coordenação da IX edição das Jornadas Parlamentares Atlânticas que reúne os presidentes e deputados dos Parlamentos dos Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde.
As jornadas parlamentares que se realizam de dois em dois anos desde 1990, visam o relacionamento histórico, político, económico, social, cultural e afetivo existente entre os arquipélagos insulares da Macaronésia com vista a promover uma maior proximidade e espaços de diálogo, partilha e de reflexão, assim como debater assuntos de interesse comum aos arquipélagos da Macaronésia.

A sede do Parlamento Açoriano recebeu, no início desta semana, as IX Jornadas Parlamentares Atlânticas que reuniu os presidentes e deputados dos Parlamentos dos arquipélagos da Macaronésia.
As Jornadas Parlamentares Atlânti-cas, foram instituídas em 1990, e após um interregno de 10 anos, foram retomadas em 2016 nas Canárias, reunindo de dois em dois anos os presidentes e deputados dos Parlamentos dos arquipélagos dos Açores, da Madeira, das Canárias e de Cabo Verde com vista a debater assuntos de interesse comum, designadamente nas áreas política, económica, ambiental, social e cultural, com o objetivo de potenciar sinergias para o desenvolvimento das Regiões da Macaronésia.
Coube à ALRAA a responsabilidade de organizar e coordenar a IX edição destas jornadas Atlânticas. A sessão de abertura teve lugar na passada segunda-feira, decorrendo a sessão de encerramento no dia seguinte.
Ana Luís, presidente do Parlamento Açoriano, fez as honras da casa dando as boas vindas aos presentes. Dirigindo uma palavra aos deputados presentes nestas jornadas, destacou o interesse que demonstraram em “participar ativamente nos grupos de trabalho com o objetivo de refletirem e partilharem experiências e ideias para reforçar o diálogo entre os nossos arquipélagos e debater temas comuns tão importantes como sejam aqueles que serão abordados pelos quatro grupos de trabalho destas IX jornadas parlamentares”, salientou.
Os deputados foram divididos por quatro grupos de trabalho. Ao Grupo 1 coube o tema “As Regiões Ultraperifé-ricas, os Estados e a União Europeia”. O Grupo 2 abordou o tema “As economias da Macaronésia no contexto da economia global: especial incidência do turismo, comércio e sector primário”. Já o Grupo 3 debateu “A Macaro-nésia e as alterações climáticas” e o por fim, o Grupo 4 ficou responsável pela “Educação, Cultura e igualdade de género”.
A presidente classificou estes temas de “importantes” na medida em que “advêm da herança cultural e histórica que nos une em diversas áreas e que nos deve fazer seguir este caminho de aproximação das ilhas da macaronésia”.
Ana Luís destacou ainda importância destas jornadas salientando que, “esta participação hoje sobre a égide destes temas, no futuro sobre os desafios que diferentes contextos regionais, nacionais e internacionais nos colocarem, enaltece e realça o papel que estas Jornadas Parlamentares Atlânticas devem assumir enquanto espaço por excelência que permite a partilha e troca de experiências entre regiões que comungam do mesmo sentimento insular e que permite a reflexão do dialogo sobre as preocupações e desafios que atualmente se nos colocam e que são do interesse publico”, disse.
“Fomentar a cooperação interparlamentar, articular posições e definir linhas de orientação através dos órgãos próprios dos nossos territórios permitirá adequar programas e políticas às necessidades e especificidades dos arquipélagos” defendeu a presidente do parlamento anfitrião para reforçar a importância destes encontros.
No entender de Ana Luís “enquanto regiões insulares que partilham o mesmo espaço geográfico da Macaronésia e que compartem experiências comuns no percurso histórico cultural económico e político, devemos em conjunto encontrar mecanismos e instrumentos que sejam uteis ao desenvolvimento das nossas regiões com o objetivo primeiro de melhorar a vida dos nossos concidadãos e abrir caminhos de futuro para as novas gerações”, frisou.
“Devemos igualmente promover as sinergias que reforcem a nossa posição geoestratégica no Atlântico reafirmando a importância política e económica da dimensão marítima que os nossos arquipélagos podem conceder principalmente no atual contexto europeu”, realçou a presidente na sua intervenção.
A deputação açoriana, chefiada pela Presidente da Assembleia Legislativa, Ana Luís, integrou dez Deputados Regionais dos Parlamentos das Regiões Autónomas dos Açores, Canárias, Madeira e da República de Cabo Verde que, por sua vez, estavam inseridos nos grupos de trabalho. Pelo Parlamento Açoriano participaram os Deputados José San-Bento e António Marinho, eleitos pelo Partido Socialista e pelo Partido Social Democrata, respetivamente.
As delegações participantes nestas IX Jornadas Parlamentares Atlânticas chegaram a Ponta Delgada no passado dia 17 de junho, onde foram recebidas pela Presidente da ALRAA.
Durante o dia, visitaram a Central Geotérmica da EDA no Pico Vermelho, ficando a conhecer os projetos que estão a ser desenvolvidos pelos Açores com vista ao aproveitamento dos recursos geotérmicos.
No final da tarde, os presidentes dos parlamentos, foram recebidos pelo Presidente do Governo Regional dos Açores, Vasco Cordeiro, numa audiência de apresentação de cumprimentos, na sede da Presidência do Governo dos Açores, no Palácio de Sant’Ana. No final da audiência, os presidentes dos parlamentos da Macaronésia assinaram o Livro de Honra.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO