Altice recebe ‘luz verde’ para comprar 51% da Blueticket à Arena Atlântico

0
4
DR
A Autoridade da Concorrência (Adc) deu ‘luz verde’ à MEO, do grupo Altice, para comprar 51% da Blueticket, a maior empresa de bilhética do país, até agora integralmente detida pela Arena Atlântico, revela um aviso publicado pela AdC.O conselho da AdC tomou a decisão de não oposição à operação de concentração há cerca de uma semana, em 5 de maio, considerando que o negócio “não é suscetível de criar entraves significativos” à concorrência efetiva nos mercados da prestação de serviços de ticketing e dos serviços de tecnologias de informação relacionados com bilhética, segundo o aviso publicado na página de internet daquela autoridade.

Ao comprar de 51% da Blueticket, mas mantendo-se a Arena Atlântico também como acionista da empresa, a Altice Portugal entra assim numa nova área de negócio.

O negócio foi notificado à AdC em 13 de fevereiro, um dia antes de a Altice Portugal, em comunicado, anunciar ter chegado a acordo com a Arena Atlântico para comprar o controlo (51% do capital) da Blueticket, mas sem revelar os valores envolvidos na operação.

Em comunicado divulgado nesse dia, o presidente executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, reconheceu que a compra de 51% da empresa de bilhética era uma aposta numa nova área de atividade e representava “maior investimento e o alargamento do seu ecossistema e área de atuação”.

A Blueticket – que no seu ‘site’ informa vender por ano 3,5 milhões de bilhetes – surgiu da cisão da área de ‘ticketing’ da Arena Atlântico, que se dedica à exploração de espaços para espetáculos e eventos, através da gestão e exploração do pavilhão Altice Arena(antigo Pavilhão Atlântico), na Expo em Lisboa.

A MEO, do grupo Altice, presta serviços de comunicações eletrónicas, de transporte e difusão de sinal, de oferta de serviços de voz, vídeo, dados e Internet, tanto fixos como móveis, e distribui televisão por subscrição.

(O SAPO24 é a marca de informação do Portal SAPO, detido pela MEO – Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A., propriedade da Altice Portugal)

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO