Ano Letivo 2019/2020 – Instituições locais mostram-se disponíveis para acolher Universidade Sénior

0
33
Trinity House

Dois meses após o anúncio da interdição da Trinity House que deixou a Unisénior do Faial sem instalações para funcionar, várias instituições locais mostraram a sua solidariedade e disponibilizaram-se para acolher a Universidade Sénior.
Amor da Pátria, Banco de Artistas, Biblioteca, Grupo Coral da Horta e Caixa Económica da Misericórdia de Angra do Heroísmo (CEMAH), são alguns dos espaços onde as aulas poderão vir a funcionar.

Um despacho do Governo com uma ordem de interdição da utilização do edifício da Trinity House, no final do mês de agosto, deixou a Universidade Sénior sem um espaço para funcionar neste ano letivo.
Apesar desta notícia ter surgido em cima do arranque do ano letivo, a UniSénior não “baixou os braços” e em colaboração com a Associação dos Antigos Alunos do Liceu Horta, os membros do Grupo de Coordenação iniciaram diligências no sentido de encontrar uma solução que evitasse a rutura do funcionamento neste ano de 2019/2020.
“O facto de se esperar que surgisse do Governo Regional em conjunto com outras entidades uma solução conveniente, não impediu que procurássemos espaços, que se foram juntando como ‘uma manta de retalhos’”, revelou ao Tribuna das Ilhas a Unisénior, acrescentando que “a solução encontrada reflete-se na dispersão dos locais onde as aulas poderão vir a funcionar”.


Consciente das dificuldades e riscos que esta situação representa quer em termos de funcionamento, quer para os próprios alunos que se veem obrigados a “saltar” de espaço, a Unisénior resolveu aceitar o desafio e arrancar com o ano letivo.
A Universidade dá a conhecer que a Sociedade Amor da Pátria, em regime de parceria manifestou uma “assinalável atitude cívica”, disponibilizando as suas instalações dentro de regras que estão a ser acordadas. Também a Câmara Municipal da Horta vai manter alguns apoios pontuais, que preveem a utilização de algum espaço no Banco de Artistas.
A Biblioteca Pública e Arquivo Regional da Horta, está a considerar a cedência de uma sala no 2.º andar e pontualmente o auditório, o Grupo Coral da Horta também manifestou disponibilidade para partilhar a utilização de uma sala da sua sede na “biblioteca velha” e a CEMAH, cedeu uma sala no seu edifício.
Estes espaços dão à UniSénior algumas condições para “arrancar” com o novo ano letivo e com as disciplinas de História, Cultura Musical, Envelhecimento Ativo, Inglês, Yoga, Teatro, Técnicas Decorativas, Costura, Chamarrita e Balhos Tradicionais Açorianos, Português para estrangeiros, Orfeão e Coaching.
Entretanto, o Tribuna das Ilhas teve conhecimento que a Diretora Regional da Cultura reuniu esta terça-feira na Horta com o Vereador da Cultura e o Grupo que coordena a UniSénior.
No entanto, este encontro não trouxe grandes novidades à situação da Universidade Sénior.
Susana Goulart Costa informou, apenas que está em cuso a fase de preparação das obras na Trinity House, com vista à instalação do Museu do Cabo Submarino, mas que dificilmente, estarão concluídas num horizonte de curto prazo que permita considerar o regresso da UniSénior, prometendo estudar a possibilidades do Governo Regional suportar alguns encargos com o aluguer de instalações.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO