Apresentação de Projeto – Tiago Simões da Silva apresenta Horta Histórica

0
5
TI

Tiago Simões da Silva apresentou, no passado dia 02 de fevereiro, o seu projeto paralelo ao seu doutoramento denominado Horta Histórica.
Este é um projeto de investigação, divulgação e cooperação sobre a história da cidade da Horta.

No âmbito do ano europeu do património cultural, foi apresentada na Biblioteca Pública da Horta, no passado dia 02 de fevereiro, pelo Dr. Tiago Simões da Silva o projeto denominado “Horta Histórica”.
Ao longo do seu projeto de Doutoramento, centrado em torno da sociedade faialense no século XVIII, no exemplo da então “Vila de Horta”, pretende desenvolver um trabalho de proximidade com o público, dando a conhecer as investigações em curso e sensibilizando para a História e o Património. Para esse trabalho, que extravasa o âmbito do referido Doutoramento, decidiu criar um projecto paralelo intitulado de Horta Histórica.
Este pretende ser um meio de divulgação e sensibilização para estas matérias, assim como uma ferramenta de proximidade entre a academia e a sociedade. É um projecto que se quer de e para a comunidade, por isso é importante a participação de todas as pessoas e entidades que queiram colaborar nas actividades ou simplesmente fornecer informações, ideias ou comentários.
Para Tiago Simões trata-se de um projecto que se organiza em torno de três eixos – Investigação, Divul-gação e Cooperação, concretizado em diversos objectivos dos quais destacamos o aprofundamento do conhecimento sobre a História da cidade da Horta, da ilha do Faial e do arquipélago dos Açores, nas suas dimensões internas e de relação com o exterior, o estudo do património do concelho, em particular o imóvel e o móvel e dar a conhecer ao público a História do concelho e da Região.
Tiago Simões da Silva nasceu em 1993 na cidade da Horta, ilha do Faial (Açores). É licenciado em História pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (2014), com uma Pós-Graduação em História Moderna e dos Descobrimentos (2015), sendo actualmente aluno de Doutoramento em História Moderna e estando a desenvolver investigação sobre a História do Faial, em particular o século XVIII.
Desde 2015 é Investigador do CHAM – Centro de Humanidades (Universidade Nova de Lisboa / Universidade dos Açores) e desde 2017 do CLEPUL – Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias (Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa).

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO