Arsenal quebra ciclo de 13 jogos sem perder do Manchester United em Inglaterra

0
16

O Arsenal venceu hoje por 2-0 na receção ao Manchester United, na 30ª jornada da liga inglesa de futebol, quebrando um ciclo de 13 jogos sem perder dos ‘red devils’ na prova sob o comando técnico de Ole Gunnar Solskaer.

O treinador norueguês, campeão europeu pelo Manchester United como futebolista, pegou na equipa à 18ª jornada, em 22 de dezembro de 2018, substituindo o técnico português José Mourinho, e desde então somou 11 vitórias e dois empates na Premier League.

O médio suíço Granit Xhaka abriu o marcador para os ‘gunners’ logo aos 12 minutos e o avançado gabonês Pierre-Emerick Aubameyang fechou o resultado, ao minuto 69, na execução de um penálti.

O internacional português sub-21 Diogo Dalot foi titular pela equipa dos ‘red devils’, tendo sido substituído pelo internacional francês Anthony Martial, aos 71 minutos.

Com este triunfo, o Arsenal subiu ao quarto lugar, o último a dar acesso à Liga dos Campeões Europeus, com 60 pontos, ultrapassando o Manchester United, que tem 58, e aproximando-se do Tottenham, terceiro, que perdeu nesta jornada em Southampton, por 2-1, e soma 61 pontos.

Em outro jogo da 30ª jornada, o Chelsea ‘tropeçou’ em Stamford Bridge frente ao Wolverhampton, orientado pelo treinador português Nuno Espírito Santo, ao empatar a um golo, tendo estado a perder até quase ao final.

O golo do empate, marcado pelo internacional belga Eden Hazard, surgiu apenas ao minuto 90+2, quando o ‘Wolves’ parecia ter os três pontos ‘na mão’.

A equipa de Nuno Espírito Santo abriu o marcador aos 56 minutos, a culminar uma grande jogada entre o extremo português Diogo Jota e do ponta de lança Raúl Jimenez, emprestado pelo Benfica ao Wolverhampton, com duas tabelas consecutivas e finalização do mexicano.

Pela equipa visitante foram titulares quatro jogadores portugueses, o guarda-redes Rui Patrício, o os médios Rúben Neves e João Moutinho e o extremo Diogo Jota, que seria substituído aos 82 minutos por Gibbs-White.

No ‘banco’ do ‘Wolves’ sentaram-se mais três portugueses: Ivan Cavaleiro, Hélder Costa e Rúben Vinagre, mas nenhum chegou a ser utilizado.

Com estes dois pontos perdidos, o Chelsea é sexto classificado, com 57 pontos, enquanto o Wolverhampton é sétimo, com 44.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO