Autoridade de Saúde Regional – 234 analises efectuadas a suspeitos não revelaram casos positivos de COVID-19

0
20
DR
DR

No comunicado de hoje, Autoridade de Saúde Regional informa que as 234 análises realizadas nos dois laboratórios de referência dos Açores nas últimas 24 horas não revelaram nenhum caso positivo de COVID-19.

Foi registado um óbito de uma utente internada com infeção por SARS-CoV-2 no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, relacionada com a cadeia de transmissão secundária originária do concelho da Povoação.

Até ao momento, já foram detetados na Região um total de 84 casos, verificando-se três recuperados, três óbitos e 78 casos positivos ativos para infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 que causa a doença COVID-19, sendo 44 em São Miguel, oito na Terceira, quatro na Graciosa, sete em São Jorge, 10 no Pico e cinco no Faial.

As medidas de prevenção e contenção da pandemia devem ser mantidas e reforçadas, sempre que possível, por cidadãos e organizações públicas, privadas e do setor social.

A Autoridade de Saúde Regional reitera a necessidade de serem cumpridas todas as recomendações já tornadas públicas a este propósito, em especial a de, em caso de sintomas, não procurar um Hospital ou Unidade de Saúde, mas ligar para a Linha de Saúde Açores – 808 24 60 24.

Para mais informação, deve ser consultado o site criado pelo Governo dos Açores no âmbito da pandemia, em http://covid19.azores.gov.pt, ou a página de Facebook da Direção Regional da Saúde, em https://www.facebook.com/DirecaoSaudeAcores/.

O Governo dos Açores disponibiliza ainda a Linha Açores de Esclarecimento Não Médico COVID-19, com o número 800 29 29 29, que pode ser utilizada entre as 08h00 e as 20h00, todos os dias da semana, e a Linha RIAC 800 500 501, que funciona de segunda-feira a sábado, das 09h00 às 22h30, e aos domingos, das 10h00 às 22h30.

Está disponível, também, o endereço de correio eletrónico esclarecimentocovid19@azores.gov.pt para esclarecimentos sobre as medidas adotadas na Região para fazer face à pandemia do novo coronavírus.

 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO