BE alerta para a falta de atenção do Governo da República perante as ilhas com menos população

0
7
DR

O Bloco de Esquerda considera muito grave a falta de atenção do Governo da República perante as ilhas dos Açores com menos população. No balanço de uma visita a São Jorge, o candidato do BE à Assembleia da República criticou a falta de recursos humanos nos serviços do Estado, como as forças de segurança e na Justiça.

“É preciso compreender que os Açores são um território disperso”, disse António Lima, lebrando que quando se fecham ou reduzem serviços numa ilha, o impacto é muito mais significativo do que quando isso acontece num concelho do interior no continente: “A descontinuidade territorial, o oceano que nos separa, cria uma dificuldade enorme” no acesso aos serviços do Estado.

O candidato do BE referiu a necessidade de se reforçar o número de elementos das forças de segurança – PSP e GNR –, e de garantir a presença permanente do Ministério Público e a maior assiduidade de um juíz.

António Lima abordou ainda algumas daquelas que são as principais preocupações de quem vive em São Jorge, e que são semelhantes a outras ilhas com menos população: transportes e saúde.

“São Jorge tem sido muito penalizada relativamente à mobilidade. Este problema tem que ter uma resolução, tem que haver um melhor planeamento do transporte aéreo e marítimo”, disse o candidato.

Relativamente ao acesso à Saúde, António Lima diz que “não é aceitável, de forma nenhuma, que alguém que precisa de ter tratamento médico num hospital, fique dias a tentar sair ou regressar de São Jorge”, por isso é necessário haver uma melhor articulação entre os departamentos do Governo na área da Saúde e dos Transportes com a SATA.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO