Blue Azores reforça compromisso de utilização sustentável do mar da Região

0
46

O Programa Blue Azores promove, já a partir da próxima segunda-feira, uma série de encontros públicos e reuniões de trabalho alargadas, com vista a reforçar o compromisso, apoio e empenho dos Açores nos objetivos a alcançar com este programa e que irão contribuir para a conservação e a utilização sustentável do Mar dos Açores, bem como a valorização do seu capital natural azul.

Entre os diversos eventos previstos para a “Semana Blue Azores” destacam-se aqueles que contam com a participação das comunidades piscatória, científica e civil dos Açores, a terem lugar nas ilhas do Faial, Terceira e São Miguel, as quais são fundamentais para o sucesso de uma maior proteção do mar Açoriano.

O programa Blue Azores resulta de uma parceria entre o Governo Regional dos Açores, a Fundação Oceano Azul e o Instituto Waitt, que, com base em dados científicos robustos, resultantes de décadas de trabalho da comunidade científica açoriana, e reforçados pelas expedições científicas Blue Azores, em colaboração com diversos parceiros e entidades, pretende criar novos caminhos rumo a uma nova economia sustentável para o arquipélago, em cooperação direta com os principais ‘stakeholders’.

14 de junho, na ilha do Faial, com um encontro com a Federação das Pescas dos Açores, que pretende fortalecer a relação de cooperação com este setor fundamental para o sucesso do programa.

Dias 15 e 16 de junho, também no Faial, o Blue Azores reúne o Comité Técnico e Científico do programa, que conta com a participação de representantes da comunidade científica açoriana e também internacional, a par de um outro encontro que junta diversos membros da sociedade civil Açoriana.

Com diversas reuniões de trabalho previstas também para a Terceira e para São Miguel, a Semana Blue Azores termina com o encontro “COOL Açores 2021”, no dia 19 de junho, na Lagoa, que vai juntar várias organizações não-governamentais açorianas dedicadas ao lixo marinho e à conservação do oceano, o qual constitui uma oportunidade para partilhar conhecimento e experiências entre todos, assim como para divulgar as diversas iniciativas que são levadas a cabo pelos muitos voluntários de diferentes ilhas do arquipélago.

Único, rico e ao mesmo tempo, frágil, o Mar dos Açores forma a identidade cultural dos açorianos e sustenta o seu modo de vida ao longo de muitas gerações. Proteger os seus ecossistemas marinhos, é essencial para garantir um oceano saudável para os açorianos, no presente e no futuro.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO