Bolieiro afirma que sucesso educativo é “prioridade máxima” de projeto do PSD/Açores

0
6

O candidato do PSD/Açores a Presidente do Governo afirmou que o sucesso educativo é uma “prioridade máxima” de projeto político do partido, garantindo que pretende incluir a aposta na Educação no seu “compromisso estratégico para a década”.

“É meu compromisso colocar a Educação e o sucesso educativo como a prioridade máxima para a próxima década. Queremos apostar no investimento máximo para o máximo sucesso educativo”, afirmou José Manuel Bolieiro, em declarações aos jornalistas.

O líder social-democrata, que falava após uma visita à Escola Básica Integrada de Ginetes, salientou que, no seu “compromisso estratégico para a década”, a Educação assume um papel fundamental.

“Queremos apostar no sucesso dos alunos, das famílias e da sociedade açoriana. Mais do que trabalhar o combate ao insucesso educativo, queremos trabalhar a promoção do sucesso educativo”, sublinhou.

Segundo José Manuel Bolieiro, os social-democratas tencionam “apostar no treino educativo, para que todos trabalhemos para que todos tenham sucesso”.

“A prioridade máxima que daremos à Educação implicará, com certeza, a valorização do corpo docente. Prefiro correr o risco de um dia ser acusado de termos professores a mais do que ter professores a menos”, defendeu.

O presidente do PSD/Açores considerou que “é preciso qualificar, cada vez mais, a profissão” de professor, garantindo que os docentes tenham maior disponibilidade para ensinar e percam “menos tempo com burocracias”.

“É preciso também reforçar o número de auxiliares de ação educativa nas escolas, investir na qualificação dos edifícios e nas tecnologias”, frisou.

No primeiro dia do ano letivo 2020/2021, o presidente do PSD/Açores deixou ainda uma “palavra de reconhecimento e louvor” aos conselhos executivos das escolas, professores, alunos, famílias e auxiliares educativos “pelo grau de confiança no retorno à escola e ao ensino presencial”.

“Após esta visita à Escola Básica Integrada de Ginetes, ficaram demonstrados o esforço e capacidade de toda a comunidade educativa para se adaptar às novas circunstâncias”, disse José Manuel Bolieiro.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO