Bolsa de Turismo de Lisboa começa hoje na FIL. São esperados mais de 70 mil visitantes

0
3

A BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa começa hoje para os profissionais do setor, abrindo ao público na sexta-feira à tarde e até domingo, na FIL, por onde deverão passar mais de 70 mil visitantes, segundo a organização.

No domingo, a diretora da feira, Fátima Vila Maior, disse à Lusa que, superando todas as expectativas, esta edição “será a maior de sempre”.
A edição de 2019 daquela que é a maior feira do setor do turismo em Portugal vai decorrer na Feira Internacional de Lisboa (FIL), no Parque das Nações, em Lisboa, sendo, como habitualmente, dedicada aos profissionais nos primeiros dois dias e abrindo ao público em geral na sexta-feira às 17:00.
A BTL volta a ter este ano os quatro pavilhões da feira, o que já não acontecia há mais de quatro anos.
A diretora da BTL tinha afirmado, recentemente, esperar que “cerca de 70 mil visitantes” viessem a passar pela feira este ano, um número que, ainda assim, diz agora acreditar possa ser ultrapassado.

Fátima Vila Maior referiu ainda considerar “interessante” o facto de “cada vez mais” esta feira ter “empresas ligadas ao setor do turismo não necessariamente dos segmentos do transporte e do alojamento”, mas de “várias áreas, sobretudo, que acabam por constituir o pacote de oferta turística”.
No espaço da FIL, o pavilhão um abre com Lisboa, o destino nacional convidado na edição de 2019, e conta com as restantes regiões de Portugal (Alentejo, Algarve, Norte, Centro, Açores e Madeira).
Já a entrada do pavilhão dois está reservada para o Seixal, o município convidado deste ano, o qual tem procurado desenvolver a vertente turística, promovendo a baía integrada no estuário do Tejo e a extensa frente ribeirinha.
Ainda neste pavilhão, além da BTL cultural – uma estreia em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, que conta com a participação de outras organizações culturais, como a Fundação Serralves, o MAAT, a Fundação Berardo e o Centro Cultural de Belém – e dos outros municípios, estará também localizada a animação turística e a gastronomia.
No pavilhão três vai estar localizada a BTL LAB, que representa a inovação no turismo e dá a conhecer 40 ‘startups’.
Por fim, no pavilhão quatro encontram-se as agências de viagens e destinos internacionais, destacando-se algumas novidades como Goa – que este ano vem diretamente (a Índia já costumava estar presente) ou as Seychelles, por exemplo. Macau é o destino internacional convidado.
De acordo com a responsável, entre quarta e quinta-feira volta a decorrer o programa de ‘hosted buyers, “que tem trazido à BTL cerca de 200 a 300 ‘tours’ operadores internacionais” para conhecer a oferta do país, e, no fim de semana, terá a bolsa da empregabilidade, “com mais de dez mil ofertas de emprego na área do turismo”.
“A par da mostra de locais, gastronomia e destinos a BTL é também uma excelente oportunidade para planear as férias, sejam de curta ou de longa duração. A 31.ª edição da feira irá contar com a presença de destinos nacionais e internacionais únicos, experiências, campanhas de reservas, promoções e descontos que podem chegar aos 30%. Mais uma razão para visitar e descobrir o que Portugal e o mundo têm para lhe oferecer”, refere um comunicado da organização.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO