Bovinicultura de carne atrai jovens agricultores de Santa Maria

0
10
DR

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas afirmou hoje que a adesão de jovens agricultores à bovinicultura de carne é um sinal de confiança no futuro da agropecuária em Santa Maria, ilha que tem grande apetência e tradição nesta fileira.

“Encontramos sinais desta confiança quando a produção de carne de bovino na ilha de Santa Maria cresce 16% em 2019 ou quando quatro dos cinco projetos aprovados, no âmbito do PRORURAL+, de primeira instalação de jovens agricultores na ilha de Santa Maria são na área da bovinicultura de carne”, referiu João Ponte.

O titular da pasta da Agricultura falava à margem da visita a uma exploração de bovinicultura de carne em Santa Maria gerida por um jovem agricultor que só não emigrou porque viu o seu projeto de investimento aprovado.

“Se fomos capazes de fazer este trajeto em Santa Maria no setor da carne de bovino nos últimos anos, estamos confiantes que podemos continuar a fazer mais e melhor por um setor estratégico para a economia da ilha de Santa Maria”, afirmou o governante, acrescentando que este jovem produtor mariense é a prova da importância dos fundos comunitários para fixar população nas zonas rurais e da vontade que existe em continuar a trabalhar para desenvolver a agricultura nos Açores.

No último dia da visita estatutária do Governo dos Açores à ilha de Santa Maria, o governante destacou também que foram aprovados na Região, no atual quadro comunitário, 190 projetos de modernização de explorações dedicadas à bovinicultura de carne, representando 14 milhões de euros de investimento, tendo entrado especificamente para esta fileira 60 jovens agricultores.

O Secretário Regional da Agricultura e Florestas frisou que os produtores devem continuar a apostar no melhoramento genético do efetivo, bem como no maneio e na alimentação animal, por serem aspetos absolutamente essenciais à boa gestão e desempenho das explorações de carne nos Açores.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO