Breves – Alto Mar – Breve História da longa vida do Grupo Bensaude

0
13

Acaba de ser dado à estampa a obra Alto Mar – Breve História da longa vida do Grupo Bensaude, um livro que procura contar a história de uma família judaica, que se mudou do norte de África para os Açores e que esteve na origem daquele que é hoje um dos mais fortes e importantes grupos económicos açorianos. Como exemplarmente se resume no livro, os membros desta família judaica espalharam-se pelos Açores, “vendem laranjas açorianas em Inglaterra, têxteis e quinquilharia inglesa nos Açores. Transportam passageiros para o Brasil. Compram navios. Montam frota. Pescam bacalhau na Terra Nova. Apoiam a construção de portos. Dominam logística. Entram na energia e nos seguros. Injetam novos instrumentos financeiros na economia. Investem no conhecimento. Apostam na indústria. Tabaco, álcool, açúcar. Deixam obra social. Mudam sede para Lisboa. Um século depois, sede volta aos Açores. Fundam um banco. Investem em empreendimentos estrangeiros. Ganham dividendos. Reinvestem em projetos açorianos.”
Com prefácio de João Bosco da Mota Amaral e Carlos Moedas (ex-comissário europeu), o “livro lê-se de um fôlego, como um romance de aventuras” (Mota Amaral) e mostra que “a inovação disruptiva que hoje se ensina nas faculdades de gestão correspondia já ao instinto dos Bensaude do século XIX” (Carlos Moedas).

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO