Campanha “Amamentar é sustentável!” reconhecida entre as 76 melhores ações da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos 2021

0
90
blank

SOS Amamentação

A SOS Amamentação associou-se à 13ª edição da Semana Europeia da Prevenção de Resíduos promovendo em diversos pontos de Portugal a campanha “Amamentar é sustentável!”, de 20 a 28 de novembro de 2021, com uma ação de recolha de produtos em segunda mão relacionados com a amamentação. Ao dar a este material uma nova oportunidade, procura-se atuar em várias frentes, tanto evitando a geração de resíduos, como agindo para colmatar carências sociais, sendo que o material recolhido será usado na prática de atendimento pelas voluntárias da associação, entregue a famílias com dificuldades financeiras e a associações que as ajudam (ONG “Ajuda de Mãe”, Associação “Luas e Faluas”).

Um total de 122 itens foram recolhidos no âmbito desta ação, tais como sutiãs de amamentação, livros sobre amamentação e puericultura, bombas de leite materno, bolsas de conservação de leite materno, almofadas de amamentação, protetores de mamilo de silicone/borracha, porta-bebês, amostras de lanolina, absorventes, aspirador nasal, entre outros.

Participaram na recolha do material diversas entidades parceiras como Juntas de Freguesia, uma igreja, centros de saúde e clínicas, outras associações e ONGs, tendo sido criados pontos de entrega em Lisboa, Linda-A-Velha, Malveira, ilha do Faial, ilha de São Miguel (Ponta Delgada e Ribeira Grande), ilha Terceira nos Açores, ilha da Madeira, Marinha Grande, Ourém e Évora.

Na Semana Europeia da Prevenção de Resíduos (European Week for Waste Reduction- EWWR) foram  organizadas mais de 12.400 ações por toda a Europa e, em abril de 2022, o Coordenador Europeu comunicou que a campanha “Amamentar é sustentável!” esteve entre as 76 ações nomeadas pelos coordenadores regionais e nacionais e foi incluída entre as ações nomeadas para serem avaliadas pelo Júri da EWWR. Apesar da campanha não ser ter sido selecionada para ser finalista, esta foi uma oportunidade para promover a amamentação como uma prática ambientalmente sustentável.

O leite materno é um produto natural e renovável e amamentar é um ato natural e ecológico. Ao promover-se a amamentação está-se a evitar quer o desperdício de recursos naturais (água, energia, etc.) quer a produção de resíduos e de poluição e assim se protege o ambiente. O leite materno é um produto vivo e único, cada mulher pode produzir o leite adequado para o seu filho e pode administrá-lo sem necessidade de embalagem ou de transporte, reduzindo-se ainda os gastos em cuidados de saúde. O leite materno é grátis e é o melhor exemplo de como a humanidade pode manter-se a si própria (no início de vida de cada ser humano), pois é o melhor alimento para o desenvolvimento saudável das crianças. A Organização Mundial da Saúde recomenda que cada  criança seja amamentada em exclusivo até aos 6 meses de idade e que continue a ser amamentada
até aos 2 anos ou mais enquanto for desejo da dupla mãe-criança.