Cantar a gente surda e endurecida…

0
19
TI

Nô mais, Musa, nô mais, que a Lira tenho
Destemperada e a voz enrouquecida,
E não do canto, mas de ver que venho
Cantar a gente surda e endurecida.
O favor com que mais se acende o engenho
Não no dá a pátria, não, que está metida
No gosto da cobiça e na rudeza
Dũa austera, apagada e vil tristeza.”

Luís de Camões

Um hidroavião amarando na baía da Horta. Foto de autor desconhecido.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO