CDS visita União dos Amigos e defende maior estabilidade nos apoios às Filarmónicas

0
11

O Candidato do CDS/PP de São Miguel às próximas eleições legislativas regionais, Nuno de
Bettencourt Gomes, acompanhado de outros membros da candidatura, visitou neste sábado a
sede da banda filarmónica União dos Amigos da Vila das Capelas, fundada em 1876. À saída desta
visita, inserida no âmbito da ação de campanha realizada nas Capelas, o candidato afirmou que:
«Foi com grande pesar que ouvimos, da parte do jovem presidente da direção desta banda, Fábio
Bernardino, o relato das enormes dificuldades por que atravessa esta instituição, já com 144 anos
de existência, para fazer face às diversas despesas de funcionamento e de manutenção das
instalações, cujo teto ainda está revestido a amianto. Por isso, e em resultado da pandemia a
União dos Amigos encontra-se sem atividade no presente momento».
Nuno Gomes enfatizou que «as Capelas têm cerca de 4.000 habitantes e esta instituição
centenária é um património cultural inestimável desta localidade e da nossa ilha e um bem
essencial para o desenvolvimento pessoal e para a integração social dos jovens capelenses, que
merece ser acarinhada e mais apoiada».
O Candidato afirmou ainda que «o CDS tem orgulho na defesa das bandas filarmónicas dos Açores,
nomeadamente ao conseguir que fosse aprovado o Programa de Apoio às Sociedades Recreativas
e Filarmónicas da Região Autónoma dos Açores (SOREFIL), embora reconheça que, por vezes,
estes apoios nem sempre bastam, face às dificuldades que muitas delas atravessam, como é este
caso, sendo necessário mais previsibilidade e estabilidade nos apoios concedidos às nossas
filarmónicas. Para nós o mais importante de uma campanha, e o que nos leva às ruas de São
Miguel, é ouvir e dar voz aos anseios dos micaelenses, por isso apelamos a que as diversas
entidades analisem a situação da banda União Amigos das Capelas e congreguem esforços para
que esta retome a sua atividade e continue a ocupar o seu merecido lugar entre as forças vivas
desta ilha».

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO