CINE LAGOENSE RECEBE CONCERTO ALUSIVO AO DIA DA LIBERDADE

0
7
DR

O Cine Teatro Lagoense Francisco D’ Amaral Almeida, na cidade de Lagoa, vai receber um
concerto alusivo ao Dia da Liberdade, 25 de abril, pelo Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz e Coro Infantil do CATL “O Borbas”. O momento musical terá lugar esta quarta-feira, dia 24, pelas 21H00 e está inserido nas comemorações do Feriado Municipal e do 7º aniversário de elevação da Lagoa a cidade.

O Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz, à semelhança dos anos anteriores, tem vindo a apostar na interação de outros grupos musicais do concelho e, até mesmo, das instituições locais.

Tal como refere Fernando Jorge Moniz, vereador da Câmara Municipal de Lagoa e Presidente da direção deste grupo musical, “o propósito deste concerto é, efetivamente, lembrar o dia 25 de abril, mas também promover a identidade cultural da Lagoa, promovendo os grupos locais do concelho e a sua interação, por altura da comemoração do Feriado Municipal que enaltece e relembra a história de desenvolvimento da Lagoa e com ela a sua identidade cultural”.

De referir que, o Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz, Lagoa-Açores, iniciou a sua
atividade no dia 26 de dezembro de 1996, por iniciativa espontânea de um grupo de amigos, que tinham por objetivo dar um colorido especial ao Natal, através da tradição antiga de desejar Boas Festas natalícias a amigos e familiares, intenção, à qual, aderiram familiares próximos e pessoas amigas.

Em abril de 2000, o Grupo de Cantares constituiu-se associação, recebendo, em 2009, a medalha de mérito atribuída pela Câmara Municipal de Lagoa, seguindo-se, no mesmo ano, o lançamento do primeiro CD, intitulado “Ilhas de Encanto” e homenagem, por parte da junta de freguesia de Santa Cruz, igualmente, da medalha de mérito. Em 2018 lançaram o segundo CD, intitulado Germinações, em conjunto com o Grupo de Cantares Fonte Nova de Lagoa (Algarve).

A sede deste grupo encontra-se no polivalente de Santa Cruz, sendo que, em 2016, adquiriu
como sua a imagem de Santa Cecília, padroeira dos músicos. Atualmente, é composto por 44 elementos, tendo como diretor artístico Álvaro Cabral e presidente Fernando Jorge Moniz. Este Grupo de Cantares, desde a sua existência, sempre participou em diversos concertos de natureza variada, assim como, animações diversas, dado que tem um vasto repertório musical.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO