Concerto de Puccini: Árias de Ópera no Teatro Faialense

0
5
DR

A Urbhorta vai promover no Teatro Faialense, este sábado, dia 28 de janeiro, pelas 21h30, um Concerto de Puccini: Árias de Ópera, interpretadas pela soprano Anabela Ferreira e pelo pianista João Queirós.

Anabela Ferreira é Licenciada em Canto Teatral pelo Conservatório Superior de Música de Gaia, na classe de Fernanda Correia, com a média final de 18 valores. Iniciou o seu percurso musical no Orfeão Universitário do Porto, participando em várias digressões nacionais e internacionais que percorreram diversos países da Europa, Américas e Ásia. Estudou no Conservatório de Música do Porto. Integrou o Coro de Câmara do Centro de Estudos de Música Barroca de Vila Nova de Gaia. Apresentou-se como solista em: Glória de Vivaldi e Missa da Coroação de Mozart. É ainda Licenciada em Medicina pela Universidade do Porto e especialista em Medicina Interna.

João Queirós Obteve o diploma do curso superior de piano no Conservatório de Musica do Porto, na classe do professor Jaime Mota. Participou em Masterclasses de Piano e Acompanhamento com os professores Jaime Mota, Nicole Henriot, Jaroslaw Drzewiecki, Paul von Schillawsky e Charles Spencer.

Tem desenvolvido intensa atividade como acompanhador de música vocal e instrumental, participando regularmente, como pianista acompanhador, em cursos e concursos nacionais e internacionais, tais como o Prémio Jovens Músicos, Concurso Nacional de Canto Luísa Todi, Concurso Internacional de Canto Tomás Alcaide, Concurso Internacional de Canto Julian Gayarre de Pamplona e os cursos integrados no Festival Internacional de Musica da Póvoa do Varzim. Foi acompanhador de cursos de música das cantoras Ileana Cotrubas, Gundula Janovitz, Elizabete Matos e do flautista Michel Debost.

Tocou com a Orquestra de Câmara Musicare, Orquestra Académica do Porto, Orquestra do Norte, Orquestra Artave e Orquestra da Escola Profissional de Viana do Castelo.

Giacomo Puccini é um dos maiores expoentes das óperas realistas. Algumas das árias das suas óperas, como “O mio babbino caro” de Gianni Schicchi, “Che gelida manina” de La bohème e “Nessun dorma” de Turandot tornaram-se parte da cultura popular.

 

SUBSCREVA A ASSINATURA. Basta preencher o formulário

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScF1d_clSmrQ16Tj0nvB7RJMzSS4JV3xf0WoCWtiykBM8hEKA/viewform

https://www.tribunadasilhas.pt/

https://www.facebook.com/tribunadasilhas

https://twitter.com/tribunadasilhas

http://issuu.com/tribunadasilhas

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO