Covid-19 – Apoio extraordinário de 190 mil euros aos clubes garante justiça e equidade

0
17
DR/PSD
DR/PSD

Os partidos da coligação que suporta o Governo Regional dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM) incluíram no Plano e Orçamento para 2021 um apoio extraordinário de 190 mil euros para os clubes desportivos “de forma a minimizar os impactos financeiros provocados pela pandemia de Covid-19”.

Segundo o deputado do PSD/Açores Paulo Gomes, “trata-se de uma medida que assegura justiça e equidade, visto que os clubes vão receber uma verba fixa, acrescida de uma verba por atleta”, avançou.

“O apoio destina-se aos clubes que participam em competições relativas às épocas desportivas 2020/2021, para as provas bianuais, e 2021 para as provas anuais”, explicou o parlamentar, frisando que os 190 mil euros “serão distribuídos por todos os clubes, abrangendo todas as modalidades com atividade na Região”.

“Trata-se de minimizar as dificuldades num dos momentos mais difíceis da história do desporto açoriano”, reforça o social democrata, “um ano depois da primeira interrupção derivada da Covid-19, quando ainda sofrerem com as consequências nefastas que a pandemia está a causar”, afirmou.

“Para lá do cancelamento de treinos e de jogos, os clubes perderam rendimentos de bilheteiras e dos bares nos jogos, tiveram as sedes fechadas, causando a quebra nas receitas extraordinárias conseguidas também nas festas de verão”, adiantou Paulo Gomes

“Houve ainda a desistência de atletas, e os custos com os planos de contingência e todo o equipamento de proteção individual e higienização que teve de ser adquirido, que são outros exemplos da dimensão negativa que assolou os clubes desportivos, com prejuízos incalculáveis, sendo esta uma forma do governo regional atenuar situações muito difíceis em termos financeiros, pois muitos clubes correm o risco de encerrar as suas atividades”, disse o deputado.

As candidaturas ao programa de apoio extraordinário serão processadas pela Direção Regional do Desporto e, conclui Paulo Gomes, “a iniciativa é uma lufada de ar fresco para os clubes, confirmando a preocupação vigente do novo executivo açoriano com o fenómeno desportivo”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO