Covid-19: Diretor de serviço de Cirurgia Geral e Transplantação do Curry Cabral mantém-se no cargo

0
6
DR
O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Central (CHULC) anunciou hoje que mantém a confiança no diretor do Serviço de Cirurgia Geral e Transplantação do Curry, que irá manter-se no cargo, e não haverá transferência de serviços para outras unidades.Numa nota enviada à agência Lusa, o centro hospitalar afirma que a administração do CHULC não aceitou o pedido de demissão do diretor do serviço, Américo Martins.

O médico Américo Martins “conta com o apoio e tem a confiança do Conselho de Administração, pelo que irá continuar em funções”, sublinha o centro hospitalar.

Avança ainda que não serão transferidos serviços do Curry Cabral para outras unidades do centro hospitalar, nomeadamente para o Hospital Santa Marta.

“Mantém-se o cenário de situação controlada e evolução lenta da pandemia, não se impondo a necessidade de transferir serviços do Curry Cabral para outras unidades do centro hospitalar, como os piores cenários perspetivavam”, adianta o CHULC na nota, ressalvando que estes cenários não podem, no entanto, ser desvalorizados.

Américo Martins disse no passado dia 09 de abril à Lusa que se tinha demitido por ter visto impedida a proposta de reorganização do serviço na unidade, que passava pela criação de dois circuitos independentes para manter os serviços destinados aos doentes oncológicos e transplantados no Curry Cabral, em vez de serem transferidos para o Hospital de Santa Marta.

Portugal regista 657 mortos associados à covid-19 em 19.022 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Relativamente ao dia anterior, há mais 28 mortos (+4,5%) e mais 181 casos de infeção (+0,96%).
Das pessoas infetadas, 1.284 estão hospitalizadas, das quais 222 em unidades de cuidados intensivos, e 519 foram dadas como curadas.

O decreto presidencial que prolonga até 02 de maio o estado de emergência iniciado em 19 de março prevê a possibilidade de uma “abertura gradual, faseada ou alternada de serviços, empresas ou estabelecimentos comerciais”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO