Covid-19 – PAN/Açores questiona Governo Regional sobre discriminação de ilhas no Plano de Vacinação

0
94

A Representação Parlamentar do PAN/Açores – Pessoas-Animais-Natureza questionou o Governo Regional sobre o Plano e decisão da vacinação regional contra a Covid-19. O Partido considera manifestamente insuficiente que a justificação da existência de transmissão comunitária na Terceira e São Miguel para restringir a administração dos dois lotes das vacinas Pfizer-BioNTech a estas duas ilhas.

Ainda, o PAN/Açores opõe-se à exclusão do Hospital da Horta deste plano, uma decisão pouco ponderada quando se sabe que este hospital tem uma área de abrangência de cerca de 42400 habitantes, já que muitos doentes de São Jorge se deslocam ao Faial, sendo esta a única instituição a fazer deslocar regularmente os seus profissionais a outras ilhas como São Jorge, Pico, Flores e Corvo, para além de possuir serviços de Oncologia, Nefrologia/Diálise, Obstetrícia e Pediatria.

“A vacinação dos profissionais da chamada linha da frente deste hospital é tão prioritária como dos outros hospitais da região, principalmente no serviço de urgência, mesmo sem estar demonstrada qualquer transmissão local do vírus, sob pena de, em caso de constrangimento por doença ou necessidade de quarentena, ser colocado em perigo o atendimento directo de utentes do Faial e Pico”, considera Pedro Neves, deputado do PAN.

O hospital em questão faz internamento de doentes paliativos e articula a sua acção com lares locais e centros de cuidados continuados, usando, inclusivamente, pessoal de enfermagem.

Assim, a Representação Parlamentar do PAN/Açores endereçou as seguintes questões à Secretaria Regional da Saúde e Desporto, com a máxima urgência de resposta:

1. Consideram a alegação de transmissão comunitária suficiente para definir unicamente as ilhas de São Miguel e Terceira no circuito de distribuição da vacina?

2. Perante as características da instituição, quais os motivos concretos para que o Hospital da Horta tenha sido excluído nesta primeira fase de vacinação?

3. Qual a calendarização prevista para a imunização dos seus profissionais e restantes grupos de risco?

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO