Covid-19. Paulo Moniz exorta Governo a priorizar os Açores no processo de vacinação

0
31
DR
DR

O deputado do PSD/Açores da Assembleia da República, Paulo Moniz, exortou ontem o Governo a tomar “ações concretas” para que os Açores tenham uma “priorização no processo de vacinação, especialmente para os cidadãos com mais de 65 anos, nas seis ilhas sem hospital”, avançou.

Intervindo na Comissão de Assuntos Europeus, o social democrata questionou o Ministro dos Negócios Estrangeiros sobre o assunto, lembrando “que deve ser evitada uma situação que pode vir a ser dramática, com um número de doentes elevado face à dimensão da ilha – no caso, a de São Miguel – e à capacidade de resposta atualmente existente”.

Paulo Moniz lembrou que, já a 29 de janeiro, “alertei para uma circunstância particular de, nas seis ilhas dos Açores que não têm hospital, ser muito urgente a vacinação de pessoas com mais de 65 anos”, frisou.

E acrescentou que, “no passado fim de semana, havia 17 internados com Covid-19 no Hospital de Ponta Delgada [HDES], dos quais 5 em Unidades de Cuidados Intensivos, e inclusivamente uma doente que foi evacuada para o Continente.

Segundo o deputado açoriano, deve atender-se a que, “no atual contexto da ilha de São Miguel, a variante britânica está a exibir preponderância, aliás como acontece no quadro nacional, mantendo-se assim a minha preocupação de há 2 meses, que é hoje extremada”, explicou.

Acreditando “que o próprio Ministro [Augusto Santos Silva] está a par da situação e corrobora com esta preocupação, pretendia saber que medidas estão em curso a esse nível, possivelmente até reforçadas pelo facto de Portugal ter agora a presidência do Conselho da União Europeia”, sublinhou.

“Isto de modo a evitar que fiquem pessoas encurraladas, numa realidade de ilha, que, por si só, justifica ações prioritárias no processo de vacinação contra a Covid-19”, concluiu Paulo Moniz.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO