Covid-19: Sporting regressa aos treinos com distanciamento entre futebolistas

0
7
DR
A equipa de futebol do Sporting regressou hoje aos treinos na academia de Alcochete, com regras muito ‘apertadas’, em que os jogadores trabalharam de forma isolada e com indicações rígidas de distanciamento.Na sessão, cada futebolista teve meio-campo para si, nos diferentes relvados de Alcochete, e, quando coincidiam no mesmo relvado, cumpriram distanciamento “de pelo menos dez metros”, informou o clube em relação aos cuidados a ter devido à pandemia de covid-19.

O Sporting especificou que “todas as recomendações da Direção-Geral da Saúde foram, obrigatoriamente, cumpridas e até aumentadas”. “Nesse sentido, nenhum jogador esteve a menos de 10 metros de outro”, indicou.

A acompanhar o regresso ao trabalho, os jogadores contaram com aconselhamento do preparador físico, Gonçalo Álvaro, e do responsável da Unidade de Performance, Francisco Tavares, bem como do médico Nuno Loureiro.

“Todos os jogadores aproveitaram a possibilidade concedida e respeitaram as indicações dadas: chegaram equipados de casa, seguiram para os diversos campos, correram com e sem bola e regressaram diretamente às viaturas para voltarem a casa”, informou o Sporting.

O clube publicou ainda no sítio oficial na Internet imagens de alguns jogadores no treino, casos de Mathieu, Sporar, Tiago Ilori, Luís Neto, Gonzalo Plata, Doumbia, Vietto ou Battaglia.

Neste regresso estiveram também Nuno Mendes, Joelson Frnandes, Eduardo Quaresma, Gonçalo Inácio, Matheus Nunes e Tiago Tomás.

Os ‘leões’ voltaram aos treinos, ainda que de forma muito condicionada, mais de um mês após o último jogo na Liga, em 08 de março, disputado antes da suspensão da competição, à entrada para a 25.ª jornada.

Foi também em 08 de março o único jogo, no triunfo em casa frente ao Desportivo das Aves (2-0), sob o comando de Rúben Amorim, que deixou o Sporting de Braga e assinou pelo Sporting dias antes.

O Sporting ocupa o quarto lugar na I Liga, a quatro pontos do terceiro classificado, o Sporting de Braga, a 17 do segundo, o Benfica, e a 18 do líder, o FC Porto.

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 165 mil mortos e infetou quase 2,5 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 537 mil doentes foram considerados curados.

Portugal regista 735 mortos associados à covid-19 em 20.863 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Das pessoas infetadas, 1.208 estão hospitalizadas, das quais 215 em unidades de cuidados intensivos, e mantém-se as 610 dadas como curadas.

Portugal cumpre o terceiro período de 15 dias de estado de emergência, iniciado em 19 de março, e o decreto presidencial que prolongou a medida até 02 de maio prevê a possibilidade de uma “abertura gradual, faseada ou alternada de serviços, empresas ou estabelecimentos comerciais”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO