CRÓNICA 360 – Acredite em nós, liberdades que o vírus apaga

0
12
TI

A PSP deteve 362 pessoas entre março e setembro por incumprimentos das regras da
Direção Geral de Saúde. Uma das medidas excecionais legalmente aprovadas para alavancar o esforço de contenção do alastramento pandémico foi o confinamento domiciliário obrigatório, determinado pela autoridade de saúde, medida sanitária que ainda se encontra em vigor.
Na Coreia do Norte, o Grande Líder mandou atirar a matar sobre o vírus.
Em Perth, Austrália Ocidental, uma mulher de 33 anos que se deslocara de Nova gales do Sul e a quem foi mandado ficar em quarentena de 14 dias, foi descoberta a receber duas visitas em sua casa quando uma inspeção de rotina o detetou. Foi-lhe aplicada uma pulseira de monitorização, uma multa de mil dólares e foi retirada para um hotel para cumprir o resto da quarentena.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO