Da bondade incompreendida dos políticos

0
5

A propósito de algumas notícias vindas a lume nestas semanas lembro que há uma latente bondade incompreendida dos nossos políticos. Nunca conseguimos ver a imagem toda e julgamos as coisas pela aparência.
Um padeiro nomeado como assessor técnico especializado para a proteção civil poupou uma vigarice de um curso comprado à Relvas ou à Sócrates. Um negócio de um filho de um secretário de estado, um marido de uma ministra, um outro filho doutro ministro, não é mais do que uma deslocalização de um contrato para o interior profundo de Portugal, que ninguém sabe que existe e onde nunca se adjudicam obras, assim eles estavam a manipular a economia nacional a favor dos mais desfavorecidos e é sob esta ótica que se devem entender tais negócios.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO