Deputados do PS eleitos pela Ilha Terceira enaltecem robustez do Serviço Regional de Saúde na resposta à pandemia

0
19
DR/PS
DR/PS

Os deputados do Grupo Parlamentar do Partido Socialista, eleitos pelo círculo eleitoral da ilha Terceira, destacam “o reforço de meios que permite ao Hospital do Santo Espírito da Ilha Terceira responder à crise pandémica” e também, acrescentou Tiago Lopes, recuperar na prestação de outros cuidados médicos. O deputado falava na sequência de uma reunião no Hospital, inserida numa ronda de auscultações que os parlamentares vão realizar junto de diversas entidades da Ilha Terceira.

Para Tiago Lopes, a reunião com o Conselho de Administração do Hospital do Santo Espírito da Ilha Terceira (HSEIT), realizada esta quarta-feira, permitiu constatar que, ao contrário do que foi afirmado pelo Secretário Regional da Saúde e Desporto, o Serviço Regional de Saúde está longe de colapsar.

“O caminho evolutivo realizado pelo HSEIT no que concerne ao reforço de recursos humanos e de recursos materiais, bem como a um melhor equilíbrio económico e financeiro da instituição, traduzido pela correspondente melhoria da capacidade de resposta da sua atividade assistencial, foi notoriamente evidenciado na reunião realizada com o Conselho de Administração”, referiu o deputado do PS/Açores.

Tiago Lopes referiu ainda, em declarações aos jornalistas, que a reunião possibilitou “verificar que ao longo dos últimos anos o investimento realizado no HSEIT, no que se refere ao aumento da dotação do seu quadro de pessoal, nomeadamente, naquilo que diz respeito a profissional médico, de enfermagem e assistentes operacionais, permitiu, atualmente, estar capacitado para enfrentar esta crise pandémica e, ainda assim, manter a atividade assistencial fora do âmbito da COVID-19”.

“Prova disso é a capacidade de internamento, que está longe de estar esgotada, por via da reorganização interna no âmbito da preparação a esta crise provocada pela COVID-19, onde os recursos humanos desempenharam um papel fundamental, adaptando-se e cumprindo exemplarmente com as respostas necessárias a prestar à população”, referiu o parlamentar.

Outra prova, acrescentou Tiago Lopes, foi a recuperação da lista de espera na especialidade de Oftalmologia, onde segundo informações transmitidas pelo Conselho de Administração do HSEIT, a instituição cumpre agora com o previsto no Tempo Máximo de Resposta Garantido (TMRG) para a referida especialidade.

“Com a admissão de mais de cerca de 50 internos do ano comum e de mais de 30 internos de especialidades médicas na Região, e não recém-especialistas como foi ontem referido pela Secretaria Regional da Saúde e Desporto,  fruto dos procedimentos concursais levados a cabo pela Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS) no decorrer do ano de 2020, a Região poderá, assim, ver continuado o trabalho de consolidação do quadro do pessoal e melhoria da capacidade de resposta na área da saúde”, acrescentou.

Tiago Lopes especificou que no caso dos internos da especialidade o HSEIT irá receber três elementos: dois da especialidade de Medicina Interna e um de Cirurgia Geral.

Questionado relativamente à situação financeira vivida pela instituição Tiago Lopes frisou que “na sequência da reunião com o Conselho de Administração, este último corroborou o já demonstrado pelo relatório de contas do terceiro trimestre e já afirmado pelo Grupo Parlamentar do Partido Socialista de que, por via do reforço orçamental aprovado em setembro de 2020, a instituição não possui défice, contrariando-se, assim, o recentemente afirmado pelo Secretário Regional da Saúde e Desporto”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO