Deputados do PSD querem valorizar a excelência dos alimentos açorianos

0
22

Os deputados do PSD/Açores na Assembleia da República, Berta Cabral e António Ventura, subscreveram, em conjunto com a deputada continental Emília Cerqueira, um projeto de resolução “que recomenda ao Governo considerar a Pegada Ecológica dos alimentos nos contratos públicos como um fator essencial para a sua compra”, adiantaram.

Uma iniciativa que, segundo António Ventura, “permitirá uma valorização económica, social e ambiental dos produtos alimentares com origem nos Açores”, uma vez que “a Pegada Ecológica passará a constar dos critérios a considerar na contratação pública de aquisição de alimentos”.

“Quer isto dizer que, sempre que foram adquiridos alimentos para escolas, hospitais, lares de idosos, entre outros, o preço deixará de ser o fator principal, passando a haver um reconhecimento da qualidade e da produção com proximidade, como é a dos produtos dos Açores”, explica.

O deputado do PSD defende que, “é preciso agir para que a qualidade dos agro-alimentos açorianos seja, efetivamente, reconhecida. É uma excelência que tem de se traduzir em riqueza e criação de emprego para a Região, e este será um importante passo nesse sentido”, garantiu.

A iniciativa assinada por Berta Cabral, António Ventura e Emília Cerqueira lembra que Portugal esteve ativamente envolvido, desde a primeira hora, nos esforços envidados para que, a nível mundial, fosse alcançado um acordo com vista à celebração da Convenção Quadro para as alterações climáticas que viria a ser adotado na 21ª. conferência das Partes, a 12 de dezembro de 2015.

“Ora, o Acordo de Paris visa alcançar a descarbonização das economias mundiais e estabelece o objetivo de limitar o aumento da temperatura média global a níveis bem abaixo dos 2ºC acima dos níveis pré-industriais e prosseguir esforços para limitar o aumento da temperatura a 1,5ºC, reconhecendo que isso reduzirá significativamente os riscos e impactos das alterações climáticas”, esclarece o parlamentar.

“O reconhecimento e uma maior quota de mercado para os agro-alimentos açorianos também se enquadra nesses desígnios, sendo este projeto de resolução dos PSD uma varias medidas aprovadas na Assembleia da República para que se proceda a uma profunda descarbonização da economia nacional”, conclui o deputado.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO