Detido incendiário

0
8
DR

Foi detido pela Polícia Judiciária um homem fortemente indiciado pela prática de crime de incêndio urbano no Porto

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, identificou e deteve, fora de flagrante delito, o presumível autor de incêndio numa residência integrante de um prédio devoluto, sito no Porto.

Ao início da tarde do dia de ontem, o detido terá provocado a ignição num colchão, com recurso a um isqueiro, após um episódio de discussão com outro residente, relacionado com supostas dívidas e permanência de cães no interior da habitação, que ambos ocupavam ilegalmente.

Como resultado, o interior da residência ficou seriamente destruído, bem como o próprio edifício, e, não fora a pronta intervenção dos Batalhão de Sapadores Bombeiros, poderia ter provocado a destruição completa do mesmo, bem como das restantes habitações e prédios habitacionais confinantes.

O detido, de 54 de idade, vai ser presente à competente autoridade judiciária para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO