Dia da Viola da Terra

0
25
Comemorações do Dia da Viola da Terra
DR

Em 2014, os primeiros planos para uma campanha promocional da Viola da Terra arrancaram com a MiratecArts. O cartaz promocional incluiu o músico Rafael Carvalho, acompanhado por sua aluna Beatriz Almeida, e foi distribuido por toda a região e ainda em feiras nacionais e internacionais.  Em 2016, depois de dois anos de planos, o Festival Cordas estreou na vila da Madalena, Pico, com o objetivo de destacar a Viola da Terra e internacionalizá-la através da sua promoção e apresentação. O luthier Raimundo Leonardes construiu uma viola especial para o Festival Cordas e que todos os artistas participantes experimentam na sua passagem pelo festival.  Na terceira edição do Festival Cordas, em setembro 2018, no último dia de conferência, dedicado à viola de arame regional, a viola dos dois corações dos Açores, foi criado o Dia da Viola da Terra.

A MiratecArts, entidade organizadora do Festival Cordas, em parceria com a Associação de Juventude Violas da Terra e o maior dinamizador da Viola da Terra, o professor e músico virtuoso Rafael Carvalho, com o apoio dos grupos Casa da Música da Candelária do Pico, Grupo de Tocadores de Violas de São Jorge e da Associação de Músicos da Ilha Branca, Graciosa, e ainda o músico dos Myrica Faya, Bruno Bettencourt, declararam que o Dia da Viola da Terra seria a 2 de Outubro, porque o dia da música não é só um e os dois corações devem correr todas as ilhas e terras das comunidades açorianas um dia do ano em seu nome.

As entidades presentes desafiaram o Governo dos Açores para oficializar o dia 2 de outubro. Deputados seguiram com a proposta para avançar na Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e legislar o Dia da Viola da Terra.

A imagem logotipo foi criada pelo artista José Miguel Silva. Contatos foram feitos incentivando entidades regionais e das comunidades a avançarem com plano para celebrar este dia especial. E, assim, agora, um ano depois, apresentamos o programa do primeiro Dia da Viola da Terra.

Um obrigado especial aos impulsionadores, coordenadores, apoiantes e patrocinadores de todos os programas. Neste primeiro ano conseguimos programação em 7 das 9 ilhas dos Açores. Juntos conseguimos mais!

Sendo assim, convidamos e incentivamos outras entidades, em especial as Casas dos Açores espalhadas por 14 cantos deste planeta, a adicionarem no seu programa anual o Dia da Viola da Terra e a celebre a nossa viola.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO