E cá estou de novo com “Um livro memorável”

0
15
Ricardo Madruga da Costa
DR/TI

Há coisas ditas e reditas as quais, trazidas de novo a terreiro, outra coisa não merecem do que um sonoro “vai à fava”. Entre amigos, claro! Mas também podemos ser confrontados com o desejo de regressar às ditas e reditas, tendo em atenção a sua relevância. Por isso, por vezes, é útil serem lembradas até porque o esquecimento pode ser destruidor. E é por isso que no meu artigo anterior ameacei regressar ao tema das aventuras baleeiras de açorianos a bordo de uma imensa frota americana que Donald Warrin balizou entre o último quartel do século XVIII e o primeiro do século XX no belíssimo livro cujo título aqui se recorda e que foi recentemente editado pelo Núcleo Cultural da Horta conjuntamente com a Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, sob o título Assim acaba este dia. Os portugueses na baleação americana. 1765-1927. Várias poderiam ser a razões para esta insistência, mas iremos apenas ficar pela ausência de divulgação, nomeadamente no que toca aos estabelecimentos de ensino nas nossas ilhas.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura