Espanha: 235 detidos e mais de 30 mil multas no primeiro fim de semana sem confinamento

0
7
DR
O primeiro fim de semana sem confinamento em Espanha, em que foi permitido passear e praticar desporto, saldou-se na detenção de 235 pessoas e a emissão de 36.681 multas, indicou hoje o Ministério do Interior espanhol.
Numa mensagem colocada na rede social Twitter, o departamento governamental espanhol refere que as forças de segurança procederam domingo a 114 detenções e 20.272 propostas de multa no segundo dia em que os cidadãos sem crianças podiam sair à rua, números que se somam aos de sábado.

O maior número de detenções foi feito pela Polícia Nacional (45), seguido pelas polícias locais (38), Guarda Civil (19), Mossos d’Esquadra (10) e Ertzainta (três).

Quanto ao total acumulado desde que se iniciou o estado de emergência, as detenções por incumprimentos das medidas de quarentena subiram para 7.186 e as multas superam as 800.000.

Espanha registou, nas últimas 24 horas, 164 mortes devido à pandemia de covid-19, o mesmo número de domingo, que foi o mais baixo das últimas sete semanas, havendo até agora um total de 25.428 óbitos.

De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, há 356 novos casos positivos, também uma diminuição assinalável em relação aos últimos dias, elevando para 218.011 o total de infetados confirmados pelo teste PCR, o mais fiável na deteção do vírus.

Os números diários indicam ainda que, nas últimas 24 horas, há 2.441 pessoas curadas, sendo o total de 121.343 desde o início da pandemia.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 247 mil mortos e infetou mais de 3,5 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de um milhão de doentes foram considerados curados.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO