Euroliga de basquetebol quer acabar temporada até julho no máximo

0
4
DR
A Euroliga de basquetebol, suspensa devido à pandemia de covid-19, pretende terminar a temporada de 2019/20, ainda que não a queira estender para lá de julho, anunciou hoje o diretor, Jordi Bertomeu.“Queremos reatar as nossas competições, se calhar sem público. Mas só vamos fazê-lo quando as condições sanitárias permitirem”, explicou Bertomeu, numa conferência de imprensa por vídeo.

Segundo o diretor, a retoma não poderá ultrapassar o fim de julho, colocando desde já fora da equação um regresso em setembro ou outubro, e o formato será o normal: temporada regular, em que faltam seis jornadas, ‘play-offs’ e ‘final four’.

Ainda assim, estão a ser estudadas “opções alternativas para a Euroliga e a Taça da Europa”, como uma final a oito, disputada num único país.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 137 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 450 mil doentes foram considerados curados.

Itália (21.645 mortos, em 165.155 casos), Espanha (19.130 mortos, 182.816 casos), França (17.167 mortos, 147.863 casos) e Reino Unido (12.868 mortos, 98.476 casos) são os mais afetados no continente europeu, que somava hoje 90.181 mortos (mais de um milhão de casos),Face a uma diminuição de novos doentes em cuidados intensivos e de contágios, alguns países começaram a desenvolver planos de redução do confinamento e em alguns casos, como Dinamarca, Áustria ou Espanha, a aliviar algumas das medidas.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO