Extensão do festival Cine’Eco-Seia na Horta

0
10

À semelhança do ocorrido nos anos de 2013 e 2014 o Observatório do Mar dos Açores (OMA) e o festival Cine’Eco-Seia uniram-se para trazer ao arquipélago filmes que tenham estado em destaque na última edição do festival, que decorreu em outubro passado nesta cidade do centro do país.

Com o apoio da Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça (BPARJJG) e do jornal Fazendo estes organismos vão passar no auditório da BPARJJG, pelas 21h30 de quinta feira 12 de março, o primeiro filme das sessões programadas, vencedor do grande prémio Ambiente 2014 – Última Chamada. O que ainda não foi contado sobre a crise global (Last Call – the untold reasons of the global crisis), do realizador Enrico Cerasuolo. 

Neste contexto, todas as quintas feiras, já a partir da próxima semana e até ao dia 4 de junho o auditório da Biblioteca Pública vai receber pelas 21h30 a projeção de filmes que tenham alcançado destaque no festival de cinema na edição passada. A entrada é gratuita.

O Cine’Eco-Seia–Festival Internacional de Cinema Ambiental da Serra da Estrela é o único certame do género no país. Direcionado para a temática ambiental, é organizado desde 1995 de forma interrupta por iniciativa do município de Seia, e pretende levar o público a alargar o seu leque de ideias e ações através do audiovisual por forma a refletir sobre a problemática ambiental.

Além do Faial esta extensão do cine’Eco-Seia iniciar-se-á posteriormente nas ilhas da Terceira e São Miguel. Os filmes irão passar de forma tripartida pelas salas do grupo de teatro “O Alpendre”, da Associação Cultural Burra de Milho e da Oficina d’Angra, na ilha Terceira.

Quando a São Miguel serão as salas ExpoLab , na cidade da Lagoa, e o Cine Solmar, em Ponta Delgada a receber estes frutos da sétima arte. 

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO