Faial comemora Dia da Liberdade

0
20
DR

Passaram-se 48 anos desde a Revolução dos Cravos, o que significa mais anos em democracia do que em ditadura.

O Faial contou com uma variedade de eventos de rua para assinalar esta data, depois de em 2020 as celebrações terem sido canceladas devido à pandemia e de em 2021 ter havido apenas uma iniciativa, da Comissão de Ilha do PCP, apesar de todas as restrições de segurança que tiveram de ser seguidas.

A Câmara Municipal da Horta voltou a comemorar a data, com uma programação especial intitulada VIVA! LIBERDADE. O programa começou no fim da manhã, pelas 11H00 de segunda-feira, com artesanato, tasquinhas e petiscos no Mercado e com o desfile da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários do Faial no Centro Histórico da Cidade. A tarde começou com um momento de dança na Praça da República, sardinhada e atuação de Nuno Carneiro. A tarde continuou com atividades destinadas aos mais novos, com ateliers, contos e jogos tradicionais. Contou também com folclore e chamarritas pelo Grupo Folclórico do Salão. Às 17H00, o Cineclube do Faial apresentou uma sessão de cinema ao ar livre, no Mercado, com “Outro País”, de Sérgio Tréfaut. O dia acabou com um espetáculo musical, no Teatro Faialense às 21H30, intitulado “Cantar abril”, com atuação de Filipe Fonseca e convidados especiais.

Também no âmbito das celebrações do 25 de abril, até hoje, 29 de abril, está patente, na Sala de Leitura da Biblioteca Pública da Horta, uma Mostra Bibliográfica alusiva ao Dia da Liberdade. Até 6 de maio, o Museu da Horta promove, na Casa Manuel de Arriaga, uma oficina temática sobre este dia, destinada a alunos do 1.º ciclo, com o objetivo de explorar a temática do 25 de abril.