Faial terá parque fotovoltaico e reforço de potência do parque eólico

0
133
blank

No Plano Plurianual e Orçamento para 2022-2026, a EDA RENOVÁVEIS S.A., do grupo EDA, prevê um investimento de 181 milhões de euros (ME) em energias renováveis até 2026, nos Açores. Só ficará de fora a ilha Graciosa, onde a empresa Graciólica já explora.

De acordo com o plano, no Faial continuará, este ano, a avaliação e instalação de um parque fotovoltaico de 1.500 quilowatts-hora (kWh) com um valor total de 2 milhões e 125 mil euros. Ainda não há localização definitiva, pelo que há várias possibilidades que estão a ser equacionadas, refere o departamento de comunicação da EDA. O plano prevê que este parque esteja em funcionamento em 2024 a produzir 1 milhão e 202 mil kWh.

No Parque Eólico do Salão, será instalado um aerogerador de 2300 kW com um valor de 2 milhões e 310 mil euros, bem como um sistema de resposta rápida de energia por baterias (BESS), que rondará os 13 milhões e 555 mil euros.

Este conteúdo é Exclusivo para Assinantes

Por favor Entre para Desbloquear os conteúdos Premium ou Faça a Sua Assinatura