Falhas claras da governação prejudicam empresários terceirenses do setor

0
24
DR

O PSD/Terceira considerou hoje que “as falhas claras da governação socialista” estão a prejudicar claramente “os empresários terceirenses, de uma forma geral, e particularmente os que estão ligados ao Turismo, dado o descontrolo absoluto que se vive ao nível das ligações aéreas e marítimas”.

“É o quarto mês consecutivo em que a Terceira regista uma perda de turistas, comprovada pelas estatísticas de abril que mostram quebras, face a abril do ano passado, de 11,5% no total das dormidas”, adianta Mónica Seidi, vice-presidente dos social democratas liderados por António Ventura.

“De janeiro a abril deste ano, registaram-se 610,8 mil dormidas nos estabelecimentos hoteleiros, de turismo no espaço rural e de alojamento local nos Açores, um valor superior em 17,4% ao registado em igual período de 2018”, explica.

“Confirmando as lacunas graves ao nível das ligações aéreas, a que se junta o verdadeiro descalabro do início da operação sazonal da Atlânticoline, de janeiro a abril de 2019, a Terceira perdeu 16,8% do total de dormidas face ao ano anterior”, reclama a social democrata.

“A falta de estratégia já parece uma coisa normal, sendo anunciadas medidas avulsas e não articuladas, que não resolvem os problemas”, disse.

“A promoção do destino Terceira não existe de forma eficaz, nem está direcionada aos mercados que nos interessam”, refere Mónica Seidi, para quem “essa promoção não se faz apenas em feiras”, e pugnando pela criação “de sinergias entre várias entidades”.

“O PSD/Açores já pediu responsabilidades ao governo regional, que tutela a SATA e a Atlânticoline. E, na nossa ilha, somos diariamente confrontados com as queixas das pessoas, algumas delas empresários do setor, já com prejuízos contabilizados, isto quando o verão ainda está a começar”, avança a responsável.

“Prova-se, a cada mês que passa, que lidamos com modelos esgotados, e mal geridos por um governo também ele esgotado”, concluiu o PSD/Terceira, para quem “uma mudança nos Açores é urgente, e ela só poderá acontecer pelas mãos do PSD”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO