Festival Cordas incentiva encontro de violas no feminino

0
12
Rafael Carvalho Fringe 2020
“Onde estão as tocadoras de Viola da Terra das nossas ilhas?” Foi a questão que o músico e professor Rafael Carvalho colocou no final do seu concerto recital durante o Azores Fringe Festival.
O desafio da MiratecArts e Associação de Juventude Violas da Terra é para que na quinta edição do Festival Cordas, a acontecer em setembro 2020, se consiga fazer um encontro de violas no feminino. Sendo assim, as entidades querem conhecer as mulheres que tocam este instrumento, o mais tradicional instrumento musical dos Açores. Se a Viola da Terra é o teu instrumento, ou um dos instrumentos que tocas, por favor contata através de info@mirateca.com para a oportunidade de te juntares a um workshop com o Rafael Carvalho e teres a possibilidade de fazer parte deste evento histórico no Festival Cordas: A Viola e a Mulher. 
 
Cordas é o festival açoriano mais galardoado internacionalmente e um dos festivais mais singulares no mundo pelo foco dos seus artistas se dedicarem à arte dos cordofones, apresentando, assim, várias culturas através de instrumentos de cordas. A Viola da Terra, a viola dos dois corações, é o instrumento anfitrião do festival com sede na ilha do Pico. A quinta edição está prevista acontecer ONLINE, devido à atual situação de pandemia mundial, enquanto que o festival internacional de artes, Azores Fringe, continua através do facebook da MiratecArts e #azoresfringefestival até 28 de junho. Esta quarta-feira a programação geral é dedicada aos Açores na Fotografia, quinta-feira destaca as Flores, sexta São Jorge através do Atelier de Kaasfabriek e no sábado mais um concerto único, desta vez com o pianista João Bernardo, e ainda a estreia do projeto de Amaro de Matos, “Barcos de Pau”.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO