Festival RFM Somnii espera “maior assistência de sempre” em três dias na Figueira da Foz

0
18

O festival RFM Somnii espera “a maior assistência de sempre” entre sexta-feira e domingo, na Figueira da Foz, com mais de nove horas diárias de música eletrónica e, em estreia, hip hop e reggaeton, disse o promotor. “Esperamos a maior assistência de sempre [acima das 100 mil pessoas]. É garantido que vamos ter casa cheia. As vendas de bilhetes nos últimos dias têm sido muito grandes, mais do dobro do ano passado”, disse à agência Lusa Marco Azevedo, da Sociedade Lusa de Espetáculos, empresa do grupo Braver, promotora do RFM Somnii.
A oitava edição do RFM Somnii, sétima consecutiva nesta cidade no litoral do distrito de Coimbra, apresenta este ano, e também pela primeira vez, dois palcos: o principal no local habitual – o topo norte do recinto instalado à beira-mar, entre a praia do Relógio e o molhe norte do porto da Figueira da Foz – e o secundário, dedicado maioritariamente a projetos nacionais de hip hop, no topo sul, junto àquela infraestrutura portuária, virado para o palco principal.
Na sexta-feira, primeiro dia do festival, os cabeças de cartaz do RFM Somnii são o dj e produtor holandês Afrojack, número 8 do top 100 da DJ Mag e um ‘gigante’ de 2,08 metros, e o sueco Alesso, 27 anos (cumpre 28 no domingo), especializado em house progressivo.
“É a segunda vez que Alesso celebra o seu aniversário connosco”, notou Marco Azevedo, recordando a passagem do dj sueco pelo Somnii há cinco anos, em 2014, que o próprio assinalou como uma das suas melhores atuações de sempre. De acordo com informação disponibilizada à Lusa pela organização do festival, Afrojack tem atuação agendada para as 17:30 e Alesso sobe ao palco às 21:30, num primeiro dia que conta ainda com Olga Ryazanova, Vigel, Fedde le Grand, Radical Redemption e, a fechar a noite, os dj residentes Rich & Mendes.
No sábado, os destaques vão para DJ Snake, o francês que junta a música eletrónica de dança ao hip hop (e que também regressa à Figueira da Foz onde atuou em 2016), e Ozuna, o porto-riquenho estrela de reggaeton que se apresenta em palco com 12 bailarinas.
Num dia em que Magnificence, Jay Hardway e Netsky completam o cartaz, Dj Snake sobe ao palco às 22:00, precedendo os Blaster Jaxx (23:20), holandeses que foram uma confirmação de última hora do Somnii. Já Ozuna tem atuação marcada para as 18:20, imediatamente após Redfoo (17:00), o cantor, dançarino, rapper e dj californiano, mais conhecido por ser uma das ‘metades’ dos LMFAO, dupla autora de hits como “Party Rock Anthem” e “Sexy and I Know It”.
“Redfoo é dos melhores espetáculos, muito divertido”, assinalou Marco Azevedo.
No domingo, último dia do Somnii (conhecido popularmente entre os festivaleiros por Sunset), os pontos altos vão para as atuações, às 22:00, do holandês Don Diablo, 7.º melhor dj do mundo no top da DJ Mag. Imediatamente antes, às 20:50, sobe ao palco principal do festival o ‘rapper’ norte-americano Tyga, num cartaz de encerramento que inclui ainda Third Party, Jonas Blue, James Hype, Lost Kings e Lvndscape.
Por seu turno, o palco secundário terá uma curadoria diferente em cada um dos três dias e espetáculos agendados ao longo da tarde: na sexta-feira, entre as 15:00 e as 19:00, o alinhamento está a cargo da maior plataforma nacional de hip hop, o Rimas e Batidas, e conta com Geeks Are, Spliff, Valas e Dealema. No sábado, a curadoria é de Dj Cruzfader (Orelha Negra, Dynamic Duo e Coldfinger) e o alinhamento, para além do próprio, inclui, DJ Neslley, DJ Fifty, Domi, Sippinpurpp, Stik Up, Waze e Phoenix RDC.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO