Frente Comum quer aumento de 90 euros para todos os trabalhadores a partir de 1 de janeiro

0
7
DR
A Frente Comum reivindicou hoje um “aumento mínimo” de 90 euros para todos os trabalhadores a partir de 1 de janeiro e mostrou-se convicta de que o programa do Governo não vai dar “descanso” à administração pública.Numa conferência de imprensa, em Lisboa, na sede da Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais, a coordenadora da Frente Comum dos Sindicatos da Função Pública, Ana Avoila, apresentou as reivindicações para 2020, nomeadamente os salários.

O documento reivindicativo hoje divulgado, que inclui aumento do salário mínimo de 850 euros e a “reposição” dos 25 dias de férias, vai ser discutido pelos trabalhadores, em plenário, em 06 de novembro, dia em que será tomada “uma posição” sobre o programa do Governo, que foi apresentado no sábado.

O MEU COMENTÁRIO SOBRE ESTE ARTIGO